quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Quando só passar não resolve

O Phoenix Suns que a gente se acostumou a ver não existe mais. Esqueça aquele time envolvente, aquela velocidade absurda no contra-ataque, aquele elenco animal formado por Stoudemire, Marion, Leandrinho e Diaw. Fim, acabou. O único que sobrou por lá é Steve Nash, que nesta quinta-feira enfrenta o Golden State.

E é justamente o canadense que mais tem tentado reverter a situação - sem tanto sucesso, é verdade. Com 18,9 pontos, Steve Nash não tem apenas uma estupenda média para um armador, mas sim a maior de sua carreira e a 29ª maior da NBA. Talvez por ter que chamar mais o jogo para si, Nash tenha diminuído as assistências para 9,6, sua menor marca desde 2003-2004 - outra boa razão é porque seus chutadores agora não acertam tanto.

Se isso não bastasse, os Suns têm a pior defesa do campeonato (111 pontos por partida) e permite absurdas 24,5 assistências e 46 rebotes (pior marca da liga) de seus rivais . Conclusão: Steve Nash chega ao final de sua carreira com dois troféus de MVP e nenhuma final de NBA no currículo. Aos 36 anos, o cara ainda tenta resolver para o seu time, mas a situação do Phoenix é pra lá de complicada.

8 comentários:

Anônimo disse...

Bala,

nada a haver com o post, mas, alguma notícia de quem substituirá o Roese no mundial que vem?

fábio balassiano disse...

Não houve mais notícias, até pq a Cbb não me responde.

mas está entre neto e fernando duró.

Abs, fábio

Flávio disse...

É triste ver os fins de carreira de vários caras que já fizeram muita gente se apavorar com o que fazia em quadra.
Iverson e sua passagem turca, Nash e o desmanche do seu Phoenix..
Infelizmente.

Ao meu ver, o pior foi a saída de Amar'e. E o pior, não entendo. Será que o dinheiro vale tanto nessa hora? Lá, nunca vai ser campeão. Nem perto disso. Com o Suns, ano passado, chegou o mais perto que já havia conquistado.

E, com isso, volta-se a velha discussão: dinheiro ou título?

Abraço, Bala

Anônimo disse...

Amar´e mudou mais pq queria fazer um nome longe do NASH, muitos duvidam se ele é realmente aquilo tudo.

Agora comparar o fim de carreida do nash com o do iverson é ridiculo, nash velho do jeito que está ainda é um dos 7 melhores armadores da NBA fácil...


Westbrook, Rondo, Billups, Rose, CP3, Deron...

Os que eu lembrei.. e não está na ordem, se pensar em outros é só falar! =)

Ass. chicao.

Anônimo disse...

Ah... esqueci T. Parker

Jander Marques disse...

Acho que o Amare foi para NY pensando em um projeto a médio\longo prazo. O time do jeito que esta, deve chegar aos playoffs, e se o Carmelo chegar na próxima temporada, ai sim eles podem disputar o título da conferência. Acho que ele arriscou, até mesmo pq no Suns ele não passaria da segunda rodada dos playoffs e o Nash que ainda esta jogando um bolão, esta em final de carreira. O dinheiro logicamente influencia, mas acho que não foi só isso. Pra mim, que pessou apenas em dinheiro foi o Joe Johson.

Vitor disse...

O Steve Kerr acordou e falou: "hoje vou destruir um grande time!!". Pronto. Trousse o Shaq, mandou embora o Marion, o Bell, depois o Amare, o Leandrinho e o Diaw saíram e acabou!!

Podia até ser que o Suns não ganhassem nenhum campeonato, mas era um grande time, muito legal de se ver e o Steve Kerr acabou com ele. Pena. A NBA era mais divertida com aquele time.

zefjv2 disse...

Steve Nash joga globetroters, não Basquete, simples assim...