sexta-feira, 29 de abril de 2011

A análise do balanço da CBB

O assunto da semana, ao menos para mim, é o balanço financeiro da CBB. Por isso fui atrás de dois especialistas. O primeiro, Jorge Eduardo Scarpin, é Doutor em Ciências Contábeis e Administração em Blumenau e possui um blog interessantíssimo a respeito do tema. O segundo, que prefere não se identificar, também é do ramo e chamarei de Renato, de Campinas (SP).

Divirtam-se, porque o conteúdo é absolutamente chocante e interessante. Aguardo comentários na caixinha (se o Google permitir, claro).





E aí, está assustado como eu? Comente na caixinha!

24 comentários:

Anônimo disse...

A análise é simplesmente deprimente, a dívida gerada pelo aumento do número de viajens, treinos e staff, está bem mal calculada. Agora, é claro que o investimento da BSB na candidatura do carlos nunes precisava ser recuperado (em torno de 700 a 900 mil), segundo fontes aqui do janeiro, e eu com salário de professor de educação física treinador de basquete.

Marcos_Galo13 disse...

A situação tá feia...

Quando que vai ter a próxima eleição??

Anônimo disse...

Não se pode pedir um "IMPEACHMENT" e tirar todos os que trabalham na CBB, ou isto é muito dificil.

Anônimo disse...

Cadê o TCU?

Basquete Brasil disse...

Parabéns Fabio, o santo está nú, irremediavelmente nú.
Mas já era esperada esta situação, pois continuismos levam a esse cenário devastador, ainda mais se somarmos a praticamente terceirização da CBB nas mãos daqueles que a querem bem, mas bem distante do importante título de segundo esporte no coração dos brasileiros, situação esta que poderia ser redimida e relevada, através uma retomada técnica da modalidade e das seleções nacionais, fator ainda mais comprometido pela atual direção técnica da entidade. Resultados advindos da presente realidade técnica do nosso outrora vencedor basquetebol, se torna improvável sob qualquer aspecto que o estudemos, já que nossos melhores quadros, da formação de base às seleções, sequer são considerados, consultados ou convidados a participar, vide exemplo da ENTB.
Logo, só nos resta, inconsolavelmente, aguardar o desfecho de tanta incompetência.
Mais uma vez, parabéns Fabio pela aula de jornalismo explicito. Um abraço,
Paulo Murilo.

Anônimo disse...

Consegui ler com algumas dificuldades de visualização, alguma dica para os outros leitores?

Excelente trabalho de jornalismo, parabéns!

Anônimo disse...

Bala postei dois comentários e nada como presidente de federação seria interessante vc posta-los

Anônimo disse...

Absolutamente tudo que foi comentado pelos analistas foi questionado pelo presidente da federação do Maranhão, as despesas administrativas o empréstimo bancário etc, os presidentes que apóiam o Carlos Nunes devem pensar no basquete brasileiro e não na péssima administração atual, o luis Felipe da brunoro falou na reunião que eles gastaram pouco que por ele teriam gasto muito mais o que de imediato foi combatido pelo Manoel Castro que disse que eles deveriam voltar os esforços para a base que recebeu ano passado apenas 5% do total arrecadado pela CBB as federações sao as que ficam com o menor quinhão e sao elas que fornecem jogadores para todo o Brasil,
Abraços
Anônimo

Anônimo disse...

GUTO

BALA,HAVIA PROMETIDO QUE ESTAVA CANSADO E DE "SACO CHEIO"COM DESMANDOS E INCOMPETENCIA DA GESTÃO CARLOS NUNES/BRUNORO,E QUE NÃO IRIA MAIS PERDER MEU PRECIOSO TEMPO.
DEMOROU,MAS GRAÇAS A SUA IMPARCIALIDADE,DETERMINAÇÃO E PRINCIPALMENTE INDENPENDENCIA ISTO TUDO VEIO A PÚBLICO,E QUE EU EM VÁRIOS POSTS HAVIA COMENTADO.
PROF.PAULO MURILO,QUE CONTINUISMO HÁ NESTA ADMINSTRAÇÃO COM A ANTERIOR?O DEPTO TÉCNICO É TODO RENOVADO,AS SELEÇÕES POUCOS OS QUE CONTINUARAM A IMPRENSA FOI TODA TERCERIZADA,SÓ ADMINSTRATIVO-CONTINUAM ALGUMAS PESSOAS FUNCIONARIOS,VAMOS DIZER,DE CARREIRA.NÃO ESQUECER QUE O CARLOS NUNES FOI OPOSIÇÃO.
PARABÉNS BALA!!!!

Rodrigo Grandji disse...

VERGONHA!!!

Eu li apenas a primeira análise, e para mim basta, não posso ficar passando mais nervoso lendo a outra análise. É simplesmente horripilante constatar que a cituação é terrivelmente pior do que eu imaginava.

Dirigentes pegando empréstimo com a CBB sendo que a CBB está sem dinheiro nenhum e paga juros horripilantes emcima dos seus empre'stimos e ainda empresta para os dirigentes. Meu deus, cortem cabeças, por favor, que ABSURDO.

Atitudes vergonhosas! me sinto enojado.

Anônimo disse...

Sobre o comentário que diretamente da o nome de um presidente de federação. no caso o do Maranhão se vê que quem comentou só pode ser presidente também, acho bala que vc deveria entrevistas esses presidentes com certeza eles sabem tudo de podre da CBB

Ricardo
Rio de Janeiro

Anônimo disse...

A CBB sempre se superando, hein!
Bala, teremos alguma explicação da entidade máxima?

augusto

fábio balassiano disse...

Pessoal, boa tarde.
vamos lá.
1- amanhã carlos nunes estará por aqui com suas "explicações". é de chorar...
2- obrigado, professor paulo murilo. um elogio seu vale muito. acho que o trabalho ficou legal mesmo.
3- pra quem não consegue ler aqui, clica no nome em cima do PDF. Abre numa tela maior.



Abs, Fábio

Victor Dames disse...

Vou ler com mais calma a noite, em casa. Mas até pra testar se o Google voltou ao normal, adianto uma pergunta que não sei se está nas análises, ma li hoje cedo no Lance!: cadê os valores recebidos da TV pelas trasmissões do Super Four e dos amistosos no Rio Grande do Sul (Coluna De Prima, Marcelo Damato, 29/04/11)?

Abraços!

Anônimo disse...

Acho que podemos mudar.

CBBB = Carlinhos e Brunoro Brincando com o Basquete.

Meu Deus, representações e dirigentes R$ 236.170,00????

Anônimo disse...

GUTO

A ENTREVSITA É GRAVADA,AO VIVO OU POR EMAIL?
SÓ PODE SER POR EMAIL, E POR ALGUM FUNCIONÁRIO DA CBB/BSB RESPONDENDO,ELE NÃO SUSTENTA 30 S DE CONVERSA SOBRE CBB/GESTÃO E BASQUETE. A REALIDADE AMIGOS, É DIFICIL EXPLICAR O INEXPLICAVEL E JUSTIFICAR O INJUSTIFICADO.E,OLHE NÃO VIMOS AINDA AS DESPESAS DISCRIMINADAS,AI ENTÃO SABEREMOS OS SALÁRIOS DOS NOVOS DIRETORES,FUNCIONÁRIOS,AS DESPESAS COM AS INFINDÁVEIS VIAGENS PARA O EXTERIOR,O CUSTO DO TREINAMENTO PERSONAL EM LAS VEGAS ETC ETC.
COMO JÁ DISSE EM UM POST ANTERIOR,BALA, VC É O NOSSO JOSÉ CRUZ!!!!

Anônimo disse...

Anonimo das 13:36!
É so clicar no quadradinho do lado direito, em baixo, que aumenta o suficiente para ler de forma normal.
Espero que voce consiga, boa sorte.

Anônimo disse...

Muito boa reportagem! Parabéns! Precisamos unir nossas forças contra os "desmandos" do dinheiro público.

Abraço,
Ricardo/MS

cams disse...

Bala, não pude comentar, estou enrolado com o IRPF. Mas o que eu posso dizer de diferente das pessoas que amam, se dedicam e formam os atletas desse país sem o mínimo de apoio da CBB?

O que temos que fazer é questionar os presidentes de nossas federações - eu vou perguntar ao Gilson Kroeff como aprovou e a um dos nomes do Conselho Fiscal que é gaúcho e um baita dirigente em seu clube. Eu não entendo...

Teu blog é sensacional e essas reportagens - isentas, transparentes - qualificam e acabam reforçando aquele grupo que é parcial: eu por exemplo: fora carlos Nunes, nào da CBB, mas do Basquete Brasileiro!!!

Fábio Carvalho disse...

Sublime o post anterior e a sacada de pedir maiores esclarecimentos aos especialistas! Muito legal, mesmo!
Uma pena que uma "máquina administrativa" tão onerosa seja tão incompetente!

@RiqueMonteiroS disse...

Parabéns Fábio, bela matéria. O seu trabalho em prol do basquete brasileiro é dignificante. Se não fosse seu blog teríamos poucas ou nenhumas notícias acerca da maquina administrativa da cbb

Anônimo disse...

Deveria tambem fazer uma entrevista com os atletas das seleçoes para saberem se a coisa melhorou para eles. Saber se os treinamentos em Las Vegas sao bons. Que tal????

Anônimo disse...

Consta que a CBB dispensou o pessoal da assessoria de imprensa e terceirizou o serviço. Quanto custou?

Henrique Lima disse...

Aula de jornalismo, Bala !

Parabéns, que aula !

Espetacular.

E ainda lerei hoje a entrevista com o presidente da baderna.

Tudo é de chorar, menos o seu trabalho, excepcional, maravilhoso!

Abraço, Henrique !