quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

O Jogo da Minha Vida, por Bert

Envolvi-me com o basquete feminino em 1991, a partir da decisão do Pan-Americano de Havana. Aquela conquista levou a modalidade a um nível de exposição jamais experimentado. Lembro-me de coisas como Boris Casoy anunciando em manchete de telejornal que Paula havia recusado o convite da revista Playboy. Outros tempos...

No ano seguinte, a conquista inédita da vaga olímpica reforçou tal movimento. A campanha ruim em Barcelona, no entanto, era um fim muito melancólico para aquela geração. Dois anos depois, a comissão técnica havia mudado e o clima não era dos melhores na seleção. Paula e Hortência defendiam o mesmo clube (a Ponte Preta, de Campinas) e haviam se estranhado em função de uma discussão de jogo entre a Rainha e Branca, irmã de Paula (e hoje técnica de Americana). O novo técnico (Miguel Ângelo) havia ainda decidido não convocar a pivô Marta Sobral, presença unânime no garrafão até então.

Nesse clima transcorreu a preparação para o Mundial da Austrália, com amistosos com equipes masculinas e viagens pelo Nordeste em confrontos com Cuba, Argentina e Eslovênia. Ao desembarcar na Austrália, a seleção foi atropelada em amistosos contra Estados Unidos e Austrália.

Alguns dias depois a seleção havia conquistado uma vaga na semifinal da competição, após duas derrotas na primeira fase. O adversário era a seleção americana, que conjugava estrelas do quilate de Teresa Edwars e Katrina McClain, com uma nova geração que dominaria o mundo nos anos seguintes (Lisa Leslie, Dawn Staley, Sheryl Swoopes).

Pois naquela madrugada fria de de junho de 1994, elas foram vencidas pela seleção de Paula, Hortência, Janeth, Ruth, Alessandra, Leila, Cíntia, Helen, Roseli, Dalila, Adriana e Simone, no jogo que continua a me arrepiar com a mesma intensidade catorze anos depois.

-------
Bert é o autor do Painel do Basquete Feminino e, seguramente, um dos mais entendidos sobre a modalidade no país. Sua lembrança é a da semifinal do Mundial de 1994, quando o Brasil ganhou dos EUA por 110-107, com 32 pontos de Hortência, 29 de Paula e 22 de Janeth. Bons tempos! Se quiser ver imagens dos momentos finais da partida, clique aqui e se emocione ainda mais.

10 comentários:

jdinis disse...

É realmente emocionante! Uma pena os fãs do basquete que não viram Paula e Hortência em ação. A final do Pan de Havana, com Fidel se rendendo às duas, também foi de arrepiar.

Se Alessandra e as outras pivôs maiores (Cínta, Kelly, etc.) tivessem feito parte da mesma geração, com certeza teríamos muitos mais títulos.

Abs.

Alan de Faria disse...

Bala ae Bert, tudo bom?
eu me lembro ter assistido a este jogo... tinha apenas dez anos. e gostaria muito de rever... inclusive, certa vez, enviei uma carta para a Bandeirantes, que o transmitira, pedindo uma fita e tal... mas, enfim, claro que não me responderam... vcs teriam este jogo gravado?

fábio balassiano disse...

alan, o bert virá por aqui e poderá te ajudar! o rapaz é uma verdadeira enciclopédia... acho que vamos conseguir te ajudar

eu tinha 11 anos, e vi o jogo tb, sem me esquecer jamais! a hortência acabou com a parada...

abs, fábio

ivarrocha disse...

Salve Balassiano, só um parentese, o Camby fez 27 Rebotes esta noite...sabe me dizer (ou onde acho isso) qual o recorde desta temporada? o cara acabou com o jogo no garrafao esta noite! abs!

fábio balassiano disse...

ivarrocha, foi sim o recorde da temporada.
eu tenho anotado, mas n encontrei onde vejo isso na internet.
o time dele, porém, perdeu...

abs, fábio

adriano disse...

brilhante o texto. gostei muito, lembro-me de ver a final só... queria ter visto esta semi

abraços bert, bala

ah, só tem um typo, está dawn staNley, é staley

fábio balassiano disse...

Verdade, adriano.
corrigido!
abs, fábio

Marcos disse...

Grande Bert!

Alan de Faria disse...

pôxa, ficaria muito agradecido Bala e Bert.
valeu!

Idio Jr disse...

Caro Fábio, na época desse jogo grandiso eu não podia nem sequer assistir ao jogo, estava em missão religiosa, mas creio que deva ter sido simplesmente divino. Hortencia, Paula e Janeth são simplesmente soberbas! Sabe se é possivel ter acesso ao video de tal jogo??