quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Tiro certo, momento errado

Não preciso dizer que nunca fui fã de Paulo Chupeta, técnico demitido ontem pelo Flamengo após mais de cinco anos no cargo. Pouco estudioso e adepto de uma linha de trabalho bem liberal, ele literalmente não faz o meu estilo (e nem vou entrar no mérito das suas superstições).

Dito isso, vamos à minha opinião: sei bem que o clima entre o grupo (principalmente com os "cardeais") e o treinador era ruim pacas (chegava a ser feia a atitude de alguns atletas), mas não vejo o menor sentido em mandar Chupeta embora neste momento - a não ser, claro, que seja para contratar alguém do alto escalão como Sergio Hernandéz. E aqui cabe uma observação importante também: até que ponto os jogadores do Flamengo deixarão alguém se impor? Todo mundo sabe como, e por quem, a banda toca na Gávea, e não é fácil assumir o comando - talvez este tenha sido o maior mérito, e também o maior pecado, do ex-comandante rubro-negro.

Repito: nunca contrataria Chupeta para treinar um clube meu, mas achei o momento da tomada de decisão (durante a principal competição do ano) ruim - isso sem falar do compromisso ético do profissional, que conseguiu manter o foco do time quando os salários chegaram a ficar mais de três meses atrasados há uma temporada. Todo mundo sabe que o Flamengo é um clube complicado (está aí o futebol que não me deixa mentir), mas um pouco de juízo não teria feito mal.

16 comentários:

Marcus Hygino disse...

São assim os percalços da vida, e tenho a certeza que Paulo Chupeta irá superar. Mesmo convivendo no Flamengo diariamente, todos os nomes dos possíveis comandantes eu sei através da mídia eletrônica. São nomes do mais alto gabarito. Mas questiono o seguinte: no CURSO de NÍVEL 3 , o qual eu fiz, ficou bem claro, que para se dirigir alguma equipe na NBB, os treinadores obrigatoriamente teriam que tê-lo feito. Então todos estes nomes especulados não poderiam exercer esta função. Isto é problema sério para a ENTB. Vamos aguardar os acontecimentos.

Anônimo disse...

parabens bala...acho q vc entende um pouquinho de basket viu..kkkkk
o titulo da materia encaixou perfeitamente....diretoria do fla completamente perdida....acho q nao vao ganhar nda esta temporada...

Diogo Aquino disse...

Sinceramente, acho que se a diretoria chegou a conclusao de que o Paulo CHupeta não era mais o nome certo pra comandar o time, acho que não teria momento melhor pra manda-lo embora. não adianta deixar ele até o fim da temporada e perder o titulo, e deoposi ficar pensando o que teria acontecido se o tecnico fosse outro.
Se a diretoria trabalhar rapido pra encontrar outro comandante a altura do time, ele terá tempo suficiente pra encaixar seu sistema de jogo durante o NBB e chegar aos Playoffs em condições de birgar pelo título, afinal o FLA tem o melhor elenco do Brasil, e conta com o melhor jogador da américa do sul.

PS:Parece que a crize domina os dois maiores times do pais, FLA e Franca, não só me parecem os mais tradicionais, que estão no NBB, como tb são os elencos mais fortes e com grandes torcidas tb. No entanto, vivem um ano meio conturbando, com crizes envolvendo derrotas humilhantes, e botaso sobre racha de elenco e treinador, além de problemas com reforços americanos.

Por fim,só pra fechar, eu ao contrário da maioria gosto do estilo do Paulo Chupeta.

Madureira disse...

Caro Bala,
Quem acompanha o basquete carioca já antevia essa decisão por parte da diretoria rubro-negra. Mas o que indigna a todos é a forma de como as coisas são conduzidas pela atual diretoria. Também não sou fã do Sr. Chupeta mas achei a forma como foi conduzido esse processo equivocada e desrespeitosa com o profissional(aliás já havíamos visto algo parecido esse ano no futebol com o Zico).
O C.R. Flamengo tinha tudo para ser um grande clube, mas a politicagem reduz o mesmo apenas a ser um clube grande... Lamentável!

Colin disse...

Bala,

não acho o momento errado. O Flamengo acaba de ser derrotado em casa para o rival Brasília na Sul-Americana, o ano terminou, vem aí uma Liga das Américas, e não vai fazer diferença se estiver o Phil Jackson ou o Tio Zé da escolinha. Acho que virar o ano com uma nova pessoa no comando foi certo.

E, por ter convivido de perto, falo: não foi o Chupeta que manteve o foco do grupo quando os salários estavam 3 meses atrasados. Ele disse praticamente "façam o que quiserem". Os treinos deixaram de ser 2x por dia e passaram a ser em apenas uma vez. O grupo se uniu por conta própria, porque são todos muito amigos. Tirando Jefferson, Teichmman e Baby, todos ali jogaram divisões de base juntos, são todos amigos de longa data. Os jogadores são os verdadeiros responsáveis por se manterem focados quando os salários - inchadíssimos para o padrão brasileiro por sinal - estavam atrasados em três meses.

Agora, colocá-lo pra comandar as divisões de base mostra a GRANDE preocupação com a renovação... eles acham que Marcelinho e cia. vão jogar pra sempre...

Diogo Aquino disse...

Me vejo obrigado a concordar com o Colin. Eu como rubro-negro que sou, fico muito preocupado, com o futuro da equipe, Marcelinho não vai durar para sempre e a ultima temporada do Babby (no paulistano), foi mto abaixo da 1º que fez no FLA, e essa vem seguindo pelo mesmo caminho.
É preciso renovar!!!

André Amaral disse...

Não teria um melhor momento que esse. Jogadores de férias, sem jogos previstos, e virada de ano, a hora da demissão tinha que ser agora.

Bem que poderia ter sido logo depois da final da Liga Sul-Americana, quanto mais adiava mais o clima fica insustentável.

Quem segurou o time nos momentos de crise financeira foi o Marcelinho, que segurava os jogadores para não abandonarem o barco porque sabia que teria alguma solução.

Não entendi a forma desrespeitosa da demissão do Chupeta que escreveram aqui nos comentários. Não tinha como não ser dolorosa e traumática essa decisão, agiram com a razão e não com o coração, ainda bem.

Ele fica na base até o final da temporada, certeza que vai assumir alguma equipe do NBB, que vá e seja feliz.

Victor Dames disse...

Mas se o clima era mesmo tão ruim com os atletas, isso por si só já justificaria a mudança. O momento adequado seria aquele em que a direitoria já tivesse alguém para substitui-lo. Se foi um tiro no escuro, aí foi tão errado quanto o próprio momento. Se outro técnico vai ou não conseguir se impor ao grupo, quebrar a tal hierarquia da Gávea ou se adaptar a ela, só a oportunidade e o devido tempo dirão.

Só acho injustas as críticas ao Chupeta no aspecto técnico. Respeito sua opinião, Fábio, porque sempre muito bem ponderada, mas não concordo muito. Até entendo que não goste do estilo dele, mas é só um estilo, oras. Na minha humilde opinião, há técnicos que preferem orientar e ensaiar jogadas nos treinos, outros preferem orientar durante os jogos. Nem sempre um estilo dá mais certo que o outro. O que vale é saber empregar cada um deles. E o Chupeta adota mais o primeiro estilo, ensaiando e treinando as jogadas antes dos jogos, e focando no emocional durante as partidas. Não acho isso demérito, apenas uma questão de estilo, como você mesmo abordou. Há, claro, pontos deficientes no estilo de trabalho do Chupeta, como treino de fundamentos. Espero que ele se corrija na base, afinal é lá que isso começa, né?

Abraços!

Anônimo disse...

O Chupeta virou a bola da vez não foi por causa do sul americano ele ja estava para ser mandado embora a algum tempo mais compromissos politicos com a presidente do clube durante a campanha o seguraram por mais algum tempo. Algue tem duvida que o Chupeta esta aquem como tecnico do time do flamengo? acho que o mengão tomou a decisão certa agora tem que buscar tecnico e não trocar 6 por meia duzia.

Anônimo disse...

tmb concordo com diogo e colin sobre a renovação.
+ tomara q o proximo tecnico do fla de um pouco de tempo de quadra pra os mulekes da basee.
Chupeta nunca vez isso e olhas q os garotos q passaram por la eram fora de serie.O marcelus e o Ian(os dois pegaram seleçao brasileira de base)so entravam faltando 2 minutos por jogo, qnd a diferença estava em + de 30 pontos...esse ano é o fred duarte q ta la (tmb pego seleção de base)aconteceu a msm coisa chupeta naum dava tempo de quadra pra ele

Duda 11 disse...

Concordo com tudo q vc escreveu Bala. Aliás, penso q é o momento de o Flamengo reformular o seu time!

Anônimo disse...

Vitor,
Voce tem certeza sobre a maneira de trabalhar do Chupeta?
Qualquer jogador que ja tenha sido treinado por ele sabe que ele e muito fraco, talvez o pior tecnico de adulto do Brasil e que alem de ruim e preguicoso e nao gosta de dar treinos.quem conhece apenas um pouco da realidade da Gavea sabe que a politica segurou ele la esse tempo. Ja tinha que ter saido antes!!! Tem gente ali que deve estar tensa tambem
Abracos

Victor Dames disse...

Então, caro anônimo, ele devia ter usado suas supertições pra jogar na Mega da Virada. Vai ser sortudo assim lá em Pindamonhengaba, ganhar o que ganhou sendo tão ruim...

Repito: não acho o cara o melhor, mas daí a ser tão incompetente quando dizem, vai um espaço maior do que o da cesta do Tyreke Evans ontem... Como o Bala disse, é uma questão de estilo. Uns gostam deste, outros daquele. Mas é preciso reconhecer o mérito de quem adota um estilo de que não gostamos, mas dá certo.

Abraços!

Márcio disse...

Pelo que o Marquinhos escreveu , está criada a reserva da mercado no NBB e convenhamos , reserva de mercado nunca foi bom . Quer dizer que o Flamengo está obrigado a cntratar um camarada qualquer que tenha o tal nível 3 , ora , que o Flamengo contrate quem ele achar conveniente e pronto . As panelinhas continuam de vento em popa no basquete brasileiro!

Anônimo disse...

entb é uma furada e quem pagou curso nível 3 jogou seu din din fora...rsrsrsrsrsrsrs

Anônimo disse...

Paulo Chupeta deveria agradecer a Deus por ter tido essa oportunidade de treinar o time de basquete de mais longa história no país e de ter conquistado tantos times.

E não o contrário...tenha paciência!