quarta-feira, 23 de junho de 2010

Alto-falante

"Minha primeira opção é ficar, mas preciso ter certeza que a franquia está comprometida em vencer. Se eles não tiverem isso em mente, de modo que possamos jogar contra Lakers e Celtics de igual para igual, aí sim estou aberto a uma troca"

A frase é de Chris Paul (foto), armador do New Orleans Hornets. A declaração cai como uma bomba a um dia do Draft. A franquia, agora, precisa decidir: troca o seu armador titular e fica com o jovem Darren Collison como titular ou cercar Paul de talento o quanto antes.

5 comentários:

Anônimo disse...

Acho melhor trocar o CP3..

bferreira disse...

Kyle Lamonte no Flamengo! Ótimo jogador, mas o flamengo vai ter que pedir autorização para jogar com 2 bolas em quadra, uma para o Marcelinho e outra para o americano!!!

bferreira disse...

Kyle Lamonte no Flamengo! Ótimo jogador, mas o flamengo vai ter que pedir autorização para jogar com 2 bolas em quadra, uma para o Marcelinho e outra para o americano!!!

Tonhão23 disse...

Acho q o jovem Collison comanda a equipe tão bem qto CP3.. Trocar Chris Paul e trazer um jogador de peso (Joe Johnson) seria o ideal pra equipe..!'

Rodrigo disse...

bferreira, a questão não é se vier um bom chutador, vai atrapalhar o marcelinho ou o flamengo,isto é, quanto ao jogo em si, porque temos vários exemplos de times com até mais de 2 chutadores, um bom treinador resolve uma questão técnica como esta, a questão é que teremos a resposta se o marcelinho é este flamenguista apaixonado que ele se vende, ou se ele usa essa máquina ótima de midia, que é o flamengo, p/ vender sua imagem, ou seja um marqueteiro.
porque um apaixonado pelo clube, e não um jogador individualista, aceita dividir espaço com outros e sabe sentar no banco, talvez até não ser o maior cestinha da nossa liga ou até mesmo do clube, mas tem em primeiro plano, uma harmonia de um grande profissional de grupo, coletivo, e depois como um torcedor apaixonado pelo clube e não pela imagem do seu próprio espelho.