terça-feira, 23 de novembro de 2010

A não entrevista de Carlos Nunes - Parte 1

Conforme comentei ontem com vocês, a CBB achou por bem não responder às questões que mais afligem não ao blogueiro (sinceramente não muda em nada a minha vida!), mas sim ao basquete brasileiro como um todo. Reproduzo, hoje, amanhã e quinta-feira, as perguntas que fiz à Confederação, a quem agradeço pelo tratamento a mim dispensado (nenhum email respondido, como "manda" o manual da boa educação e da boa assessoria de imprensa). De todo modo, a caixinha está aberta para o debate.

BALA NA CESTA: A nova gestão da CBB completa mais de 17 meses e muita gente do basquete ainda se pergunta qual é o projeto que está sendo implantado para a modalidade crescer. Poderia nos falar detalhadamente como está sendo implantado o famoso “projeto”?
CBB:

BALA NA CESTA: Um ponto importante: somando as verbas da Eletrobras (R$ 11 milhões anuais), Bradesco (R$ 7 milhões), COB, Nike e TV Globo, a CBB recebe cerca de R$ 20 milhões por temporada. Como este dinheiro tem sido investido?
CBB:

BALA NA CESTA: Além disso, por ser uma entidade que se mantém em grande parte com dinheiro público, a CBB não deveria divulgar os seus balanços financeiros? Por que isso não aconteceu com o de 2009 até agora?
CBB:

BALA NA CESTA: Falando em dinheiro público: não deveria haver uma divulgação mais clara de como a entidade utiliza os seus recursos por exemplo na distribuição das viagens em competições internacionais (no Mundial masculino, quatro presidentes de Federação viajaram com a delegação)?
CBB:

BALA NA CESTA: Uma das promessas de campanha de Carlos Nunes foi a venda de produtos esportivos da seleção e a reformulação do site. Ainda não ocorreu nenhuma, nem outra. Por quê? Há alguma previsão?
CBB:

BALA NA CESTA: Como um projeto de reestruturação do basquete pode dar certo se a ênfase que esta sendo dada é de cima para baixo (seleção trazer resultados para estimular a prática do jogo) e não de baixo para cima (massificar o esporte com destaque para a formação de praticantes e não de atletas) para que a partir disso os com talento sejam apresentados ao alto rendimento e os não talentosos se tornem "consumidores do basquete" (expressão minha)?
CBB:

BALA NA CESTA: Sobre as divisões de base, muito se tem falado sobre a escassez de talentos que há no país apesar de a última geração da Sub-19 masculina ser talentosa. Duas seleções já viajaram para os EUA para treinar, é verdade, mas o que a CBB tem feito realmente para abastecer essas revelações com treinamentos adequados?
CBB:

BALA NA CESTA: Em relação aos famosos projetos de marketing da entidade, o que vem sendo feito exatamente, o que já deu resultados da administração Brunoro e o que podemos esperar para que a CBB volte a massificar a modalidade no país?
CBB:

34 comentários:

Anônimo disse...

Istambul: Convidados.
Presidente Fed. Tocantis e esposa
Presidente FED Pernambuco e esposa
Presidente FED MG.Sul
Presidente FED Goias
Presidente FED S.Paulo
Assesor Bruno Lima
Pai do assessor Bruno, Heleno Lima
Mais P. Vilas Boas, Andre Alves, Vinicius, Bruna (imprensa) Vanderlei.

Anônimo disse...

Achei boas as perguntas, mas tem nada agressivo ou "abusado demais", a CBB poderia dar aquela enrrolada básica e umas respostas bem vagas, como eles costumam faze, masnem isso. Não responderam por descaso, ou talvez por retalhação.
Será que o seu blog está incomodando tanto assim o pessoal da CBB, Fabio?



Luis

Gabriel disse...

Bala, meus parabéns, especialmente pela sexta pergunta, que deveria ser feita para todas as federações e confederações.
Perguntas muito bem elaboradas e que deveriam ser feitas por todos os órgãos de imprensa.
Acontece que o restante da imprensa quer lucrar com Copa das Confederações/Copa do Mundo/Olímpiadas, por isso fará vista grossa para a enxurrada de dinheiro público que escorrerá pelo ralo.
Sou de Goiânia e fico mais chateado de saber que o presidente da Federação Goiana de Basquetebol foi à Turquia. Goiás não tem mais basquete, conta com pouquíssimas quadras públicas em condições(mantidas por prefeituras).

fábio balassiano disse...

luis e gabriel, obrigado.
as perguntas não são abusadas, agressivas ou "alucinadas". são dúvidas normais, que todos temos, e que deveriam ser respondidas.

é uma pena, infelizmente, que eles não achem isso.

mas nada muda, né?

Abs, fábio

Felipe Noronha disse...

Ótimas perguntas, ótimo trabalho, ótimo que você tenha as divulgado.
Fica meu parabéns, e meu agradecimento por ver que alguém ainda se importa com basquete, não só você, Fábio, como outros blogueiros, técnicos, participantes do basuqete em geral que mantém a modalidade viva...

Anônimo disse...

as perguntas são agressivas sim bala. Agressivas e deixariam o entrevistado na defensiva. Não interessa o q vc acha, interessa o q o Presidente acha, e as perguntas deveriam valorizar isso. Em todas elas vc dá sua solução para o problema e pede q ele comente a sua proposta. Isso é quase um debate, não é uma entrevista.
Mais do q pedir para q a CBB explique o projeto, seria interessante pedir para ver o projeto, aí poderíamos avaliá-lo. Imagino q eles tenham escrito um projeto, não?

fernando

fábio balassiano disse...

acho que o importante é respeitar a opinião do outro, fernando.
eu não acho agressiva, e nem acho que o fiz foi um debate.

pense nisso

abs, fábio

Anônimo disse...

Sobre a pergunta 6 é muito claro o dilema da CBB em renovar de baixo pra cima ou de cima pra baixo, isso fica muito claro no discurso contraditório da Diretora do Basquete Feminino, já que poucas vezes vemos o Vanderley falando com a imprensa.
Hortência diz que o foco do Feminino é a base, mas que não vai renovar a seleção adulta nem mesmo para os Jogos Panamericanos, que não é uma competição classificatória.
Fica claro que não existe um rumo definido e muito menos projeto algum.
O que Hortência e a CBB chamam de projeto são aqueles slides inócuos que a equipe do Brunoro montou para aprsentar durante a campanha do Carlinhos Nunes.
Eles se escondem e se calam com vergonha da própria falta de capacidade de estarem onde estão.

Flávio disse...

Fábio, não compartilhava da sua opinião de ser "dúvida de todos", não apenas suas, mas agora vejo que é isso mesmo. Todos queremos saber o que está acontecendo.
Além disso, acho que as respostas seriam aquelas bem "lisas", pra fugir das perguntas, num estilo bem Hortência. O que, talvez, me deixasse mais indignado com a CBB.

Parabéns pelas perguntas, interessantíssimas.

E continuamos esperamos a entrevista da Meghan. haha

Abração

Flávio disse...

Fábio, não compartilhava da sua opinião de ser "dúvida de todos", não apenas suas, mas agora vejo que é isso mesmo. Todos queremos saber o que está acontecendo.
Além disso, acho que as respostas seriam aquelas bem "lisas", pra fugir das perguntas, num estilo bem Hortência. O que, talvez, me deixasse mais indignado com a CBB.

Parabéns pelas perguntas, interessantíssimas.

E continuamos esperamos a entrevista da Meghan. haha

Abração

fábio balassiano disse...

Meghan vem aí, só digo isso...
falei com ela agora há pouco e tamos fechando o ensaio fotográfico, digo, digo, a entrevista!
ahahaha

abs, fábio

Anônimo disse...

edu

até que enfim alguém fala sobre os pontos centrais. e aí a cbb se omite, se esconde.

carlos omisso nunes mandando bem

fala sério cbb!

Victor Dames disse...

Não achei as perguntas abusadas, agressivas ou ofensivas, mas concordo em parte com o Fernando acima. As perguntas são sim opinativas, Bala. Acho que ele quis dizer que ficou parecendo um debate presidenciável, hehehe. Mas por outro lado, não vejo nada de mal no entrevistador omitir uma opinião na pergunta para que o entrevistado comente na resposta. Suas opiniões refletem fatos que vem sendo observados por quem acompanha o basquete brasileiro, e se a CBB tivesse interesse em esclarecer essas dúvidas, deveria responder, ainda que não concordasse com a opinião do entrevistador. Que contrargumentasse na resposta então. Mas o site da CBB fica comentado sobre atuações dos brasileiros na NBA, como se não pudessemos saber disso em qualquer site de notícias esportivas... Fazer o que, né... Abraços!

Anônimo disse...

Ah, foi por isso que os caras não responderam, Bala. Perguntar sobre dinheiro público, projetos e planejamento? Isso é pergunta pra entidade séria. Pra CBB tinha que ser algo mais leve tipo: "que time você torce, qual sua cor favorita, qual seu prato favorito, frase da sua vida, qual o homem ou a mulher mais sexy do momento, qual a viagem dos sonhos, qual o último livro que você leu, nome de seu ator ou atriz preferido, novela inesquecível, filme do ano, que tipo de música você prefere." E por aí a fora.

Heverton Elias

Anônimo disse...

KKKK então seria uma enquete? como disso nosso amigo acima.

Prá falar a verdade acho que não responderam porque ainda não sabem quem é que manda...kkkk

Estão perdidos no meio da farra do boi, mas com o bolso cheio é claro.

Anônimo disse...

Fica uma pergunta: o que faz Bruno lima, ex-combatente pela moralidade, na Cbb?
E ainda levou o pai na viagem?

Que mudança, hein...
Guga

Diogo Aquino disse...

Qual quer analise superficial das perguntas, nos leva a um conclusão simple e lógica, elas direta ou indiretamente decorrem deste exercício democrático do debate que é o Bala na cesta.
Não vou entrar no mérito se elas são ou não agressivas, até porque um reporter que se prese não tem que se preocupar em ser amistoso ou bajulador. A unica coisa que interessa, é que as perguntas, são sobre os debates que realizamos aqui diariamente, seja ou não o tema do post do Bala, nós estamso sempre debatendo os temas que encontram-se ali presentes.
Deste modo, o mínimo que se pode esperar de um reporter sério, é que ele faça as perguntas que os seus leitores querem ouvir. E sem dúvidas o Bala fez.
Diante disso, eu qro agradecer novamente ao bala, por preservar vivo este espaço que se mostra como uma verdadeira resistencia aos males do basquetebol, não exclusivamente porque o bala venha ou não a se opor a determinados desmandos, ou oporque os seguidores do blog pertencem a oposição da CBB ou na LNb ou de qualquer orgão público vinculado a area esportiva. Este espaço se mostra real resistência, porque todos nós seguirdores do blog, estamos aqui diariamente debatendo todos os temas relativos ao nosso amado esporte, demonstrando indignação com os erros e trazendo ideias novas que visam a evoluçãod o esporte. Nós que somos basqueteiros e povoamos blogs como o Bala na cesta (este hoje é referencia), o Rebote, o Draft Brasil e qualquer blog que permita a discussão sadia sobre o esporte. nos é que devemos nos consintizar a cada dia da importancia que nossas atitude e opiniões tem para o esporte.
Sendo assim, parabens à todos nós heróis da resistencia (foi mal pelo plágio bala, rsrs...)

Anônimo disse...

Algumas respostas estão no Twitter do Draft Brasil "Acho que há muito tempo não acontecia: Brasil garantiu vaga em todas as competições oficiais do ano que vem: http://bit.ly/f6mpjA"

Anônimo disse...

Bala, com todo o respeito, mas prestar contas para quem, para você???? Prestação de contas é para o Tribunal de contas da União.
Algumas perguntas podem nem precisam ser respondidas, pois é muito claro que a CBB está investindo muito mais. Pergunte para os atletas de Seleção de base sobre a estrutura..Pergunta para os atletas da Seleção Principal e vc saberá que melhorou muito. Centro de treinamentos, contratação do Magnano, mudanças no estatuto, restruturação dos campeonatos de base, escola nacional de treinadores, nike, atleta da nbb com seguro e etcc. mas os pontos positivos vc não enxerga!

fábio balassiano disse...

Sim, a mim. Eu pago imposto, e meu dinheiro está na Cbb tb.

E outra, se há esses pontos positivos todos mesmo, a Cbb perdeu grande oportunidade ao n falar aqui.

E, sim, falo de coisas boas. É so reler o blog c calma.

Fabio

Anônimo disse...

Q mala essa da Cbb aqui em cima.
Ficar defendendo o indefensável n da! Por favor, né

Os caras perderam mais uma oportunidade de se explicarem.

E sobre o Bruno, não o conheço, mas sempre o respeitei pelo blog dele. Estranho ele achar que essa gestao faz bem ao basquete. As pessoas mudam rápido...

Anônimo disse...

Parabéns Bala, sempre entro aqui e acabo criticando muito, mas desta vez vc merece aplausos, clep, clep clep...rsrrs o que vemos é mais dos mesmos, B Lima quem diria!!!!! de paladino da justiça promovido a charada...

Anônimo disse...

Bala, a cbb lê bastante esse blog, então a sua função já está sendo cumprida. Luiz Felipe (sempre educado), André (nem tanto), Carlos Nunes, Bruno e Reginaldo são fãs assíduos do blog. Tentam diminuir o eco das indagações não respondidas mas não o conseguem. Silenciam oficialmente, mas o óbvio os mostra na farra com o dinheiro alheio. Boa cbb, continuem assim tampando o sol com a peneira. Só não enxerga essa sujeira quem não quer.

Anônimo disse...

Mesmo que os CBB members não se manifestem...uma coisa é certa:
A COMUNIDADE DO BASQUETE SABE DSTES FATOS. SE ALGUNS NÃO COBRAM É PORQUE SE BENEFICIAM COM "ALMOÇO GRATIS".

Estão fazendo algo de melhor SIM. Mas a trupe da alegria, viajando o mundo sem pagar nada às custas do dinheiro de patrocinadores que botaram $$ no basquete....e não na CBB Turismo .
Um dia isto vai acabar.....ah vai!!!

Alex M.

Anônimo disse...

O que um prato de comida e viagens por conta da viuva, não faz com que as pessoas mudem, passar de defensor e critico ferrenho da gestão anterior e agora compactua com tudo que ai esta e ainda acha que esta tudo bem, parecido

Anônimo disse...

Parabéns pelas perguntas, se a CBB tivesse respostas para elas, certamente a situação já seria outra, não respondem porque não tem resposta, é simples!

Anônimo disse...

melhor definição:

não respondem, porque não tem resposta (2)

Paulinho disse...

Ao amigo da CBB,

Olha parabéns pelas conquistas das seleções esse ano viu. Ganhamos todos os Sul-Americanos, incrível né? Quaaaase ganhamos a Copa América juvenil no masculino e no feminino. Só faltou a CBB mencionar o nono lugar nos mundiais masculino e no feminino.

Porque será hein?

Anônimo disse...

"A CBB ROUBA MAS FAZ!" Estão tentando refudar a frase do extinto Ademar de Barros, e que também foi muito utilizada pelo Maluf. É isso que estão defendendo na cbb? se houve algumas melhoras então tá justificado uma roubadinha ou conchavo? Só não se esqueçam ao menos de lançar os créditos aos inventores dessa linha de raciocínio!

Anônimo disse...

"A CBB ROUBA MAS FAZ!" Estão tentando refudar a frase do extinto Ademar de Barros, e que também foi muito utilizada pelo Maluf. É isso que estão defendendo na cbb? se houve algumas melhoras então tá justificado uma roubadinha ou conchavo? Só não se esqueçam ao menos de lançar os créditos aos inventores dessa linha de raciocínio!

Anônimo disse...

So uma curiosidade? Porque a CBB esta roubando? Alguem aqui tem alguma prova disso?
acho que as pessoas estao indo um pouco longe demais. Recalque tem limite.

Anônimo disse...

Também estou indignado com o anônimo das 13:43,

Só uma curiosidade? O que a CBB está fazendo? Vencer Sul-Americano agora virou um grande mérito?
Ficamos em nono lugar nos Mundiais esse ano.
Hipocrisia tem limite.

Anônimo disse...

O Presidente LULA da entrevista a blogueiros (UOL , hoje) e o da CBB não....alguma coisa ta errada, não acham?
Eduardo

Anônimo disse...

JA QUE A CBB Ñ RESPONDEU ÁS SUAS PERGUNTAS, COMO ERA DE SEU DEVER,QUE TAL ENCAMINHÁ-LAS AO MI-
NISTÉRIO DOS ESPORTES E AO MINISTÉ-
RIO PÚBLICO, JÁ QUE A MATÉRIA EN-
VOLVE O USO DE DINHEIRO PÚBLICO? ACREDITO QUE ELES, SE QUISEREM, CONSEGUIRÃO AS RESPOSTAS E MUITO MAIS. PARABÉNS POR SEU EXCELENTE
E INSUSPEITO TRABALHO.CARLINHOS