quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Isso é sério?

Conforme noticiei aqui ontem, Urubatan Paccini não é mais técnico de Ourinhos (sugiro que vocês ouçam o áudio do ótimo trabalho de Felipe Modesto no blog Gatilhaço clicando aqui). Com a saída do treinador, duas notícias sugiram: 1) Uruba, como é conhecido, será assistente de Ênio Vecchi na seleção adulta; e 2) Antonio Carlos Barbosa assume Ourinhos.

Na boa, é aí que começo a achar que o basquete brasileiro anda mesmo sem rumo algum. O que diabos Hortência viu em Urubatan para colocá-lo como assistente-técnico de uma seleção que precisa de oxigenação no comando e renovação? Com o treinador, as jovens Jennifer (15,8) e Tatiele (16,8) não atuam por muito tempo (e elas têm futuro!) no Nacional e registram médias pouco animadoras (7,3 e 6,4 pontos). A outra notícia que beira a loucura é a ideia de Ourinhos trazer de volta o interminável Antonio Carlos Barbosa para dirigir a equipe (não pode ser sério, sinceramente).

Lembro, por fim, a declaração do próprio Urubatan quando do anúncio de Ênio Vecchi para comandar a seleção feminina: "A Hortência manteve a posição de não confiar na gente. É um direito que ela tem. Não fomos chamados para conversar, justamente porque, na palavra dela, não temos condições. A decisão é dela, sozinha, sem consultar ninguém. Seria muito importante se nós estivéssemos ajudando". As coisas mudam rápido, não?

10 comentários:

Fernando disse...

Pensei justamente nesta entrevista qdo soube da inclusão do seu nome na comissao da seleçao adulta.

enfim, qdo falo que faltam coerencia e consistencia nas criticas que sao feitas a CBB, acham que estou pegando no pé.

O fato é que faltam mesmo. Como dizia Tom Jobim, no Brasil, algumas pessoas acham que falar mal é sinal de inteligência.

Vida que segue.

Anônimo disse...

Acredito que essa contratação é, justamente, uma resposta política da Hortência às críticas recebidas dos treinadores que trabalham com clubes de basquete feminino no Brasil, evidenciadas pela matério publicada no site Rebote.
O Urubatan é um deles então, pela cabeça da Hortência, agora os técnicos não tem do que reclamar.
A intenção não é de toda ruim, afinal pelo menos trata-se de um profissional que conhece muito bem as atletas que atuam no Brasil e o Ênio Vecchi não conhece ninguém (aliás ele já compareceu a algum joga da LBF?)
Infelizmente essa medida tem a marca da diretora Hortência e de suas ações: boa intenção e execução incompetente.
Errou veio na escolha, chamar um treinador que foi dispensado de seu clube por insatisfação geral com o seu trabalho, é premiar a incompetência.

Anônimo disse...

Foi um "cala boca" nos técnicos do feminino, bem ao estilo Hortência, que se acha "a política".

Falando em coerência, a Hortência é rainha nessa assunto, né? rsrsrs

Anônimo disse...

COBRARAM UM DIA AQUI, QUE COLOCASSEM PARA TRABALHAR EM EQUIPES E NA CBB PESSOAS QUE TIVESSEM HISTORIA NO BASQUETE, QUE SOUBESSEM O QUE E SUAR, LUTAR, VIBRAR, QUE CONHECESSEM REALMENTE O ESPORTE E SEUS MEANDROS, QUE TIVESSEM DEPENDIDO E VIVIDO.
BEM NA LISTA CITADA COLOCO MAIS DOIS NOMES, HORTÊNCIA E JANETH.
SINCERAMENTE ACHO QUE NÃO VAI DAR CERTO, A NÃO SER PARA AS $DUAS, ASSIM COMO NÃO DEU PARA ALGUNS NOMES DAQUELA LISTA.
E UMA PENA.

Billy, the kid disse...

A coisa é tão estranha no feminino que o Barbosa tá de volta(!!!!!), o Urubatan demitido foi pra seleção (!!!!!!!!) e o Bassul tá quase desempregado de novo.
O técnico da seleção feminina é um estranho sem história na modalidade, a melhor jogadora quase nunca pode jogar pela seleção e a futura técnica parou de jogar a alguns dias.
Digo mais: os títulos ganhos pela senhora Janeth como técnica e pelo senhor Urubatan seriam ganhos da mesma forma com a Palmirinha Onofre de técnica.

Anônimo disse...

GENTE, FIQUEI SABENDO QUE A COISA ESTA FEIA NA CBB, A CBB ESTA DEVENDO PARA AS FEDERAÇOES (CBI, AJUDA DE CUSTO) E TB ESTA DEVENDO PARA OUTROS FORNECEDORES, COM ESSA DIVIDA COM AS FEDERAÇOES FICA CLARO QUE A PERMANENCIA DESSE POVO NA CBB VAI SER APENAS DE UM MANDATO, A HORTENCIA VAI PODER APENAS SONHAR COM A JANETH COMO TÉCNICA DA SELEÇAO HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA FORA HORTENCIA

Anônimo disse...

FIQUEI SABENDO QUE A CBB ESTA SEM GRANA, ESTAO GASTANDO MUITA GRANA COM HORTENCIA, WANDERLEY, TÉCNICOS ESTRANGEIROS, VIAGENS DELES E DE MUITA GENTE DE DENTRO DA CBB E DE ALGUNS PRESIDENTES...... QUE VERGONHA PARA O BASQUETE BRASILEIRO ESSA TURMA.

Baralhão disse...

"Na boa, é aí que começo a achar que o basquete brasileiro anda mesmo sem rumo algum."

Tá brincando, né, Bala? Você começa a achar? Então leia o que você mesmo escreve, para ter certeza, pelo menos no que diz respeito ao feminino.

Anônimo disse...

Diante das crises financeiras que estão por vir somente vai restar cantar o samba " VAI MEU IRMÃO MAGNANO, PEGA ESTE AVIÃO MAIS NÃO DIGA NADA QUE VIU O BASQUETE BRASILEIRO CHORANDO E SOFRENDO COM A GESTÃO DA CBB/ CARLINHOS E AOS DA DA PESADA DIZ QUE O BASQUETE BRASILEIRO VAI LEVANDO COM A DESORGANIZAÇÃO ORQUESTRADA PELO CARLOS OMISSO NUNES.

Carlos omisso nunes paga as promessas de campanha as federações e BSB cade o projeto mirabolante de levar recursos as federações.

Pessoal o nariz do pessoal da CBB deve estar grande como do pinoquio pq o que estão mentindo brincadeira.Fora carlos omisso nunes e sua trupe de malas sem alça

Anônimo disse...

Essa gestão da CBB é uma piada, fiquem de olho nas prestações de contas que a verdade vai aparecer.