domingo, 25 de abril de 2010

O domingo das estrelas

Ninguém acredita que o Miami vai virar a série contra o Boston, né. Mas o que Dwyane Wade fez neste domingo na Flórida merece registro: na vitória por 101-92 (3 a 1 para os Celtics agora), o camisa 3 somou 46 pontos (30 no segundo tempo, 19 no último período) para coroar uma atuação que ainda teve cinco assistências e rebotes.

Esta pode ter sido a última partida de Wade na Flórida com a camisa dos Heat, e se foi, realmente vimos uma despedida de gala (o craque torna-se agente-livre ao final da temporada). Os verdes podem fechar o duelo na terça-feira, em casa.

Quem também brilhou muito foi LeBron James, responsável mais que direto pela vitória do Cleveland Cavs sobre os Bulls, em Chicago, por 121-98. LeBron somou 37 pontos, 11 assistências e 12 rebotes, e contou com valiosa ajuda do seu elenco de apoio (Mo Williams teve 19, Parker outros 12 e Jamison 24) para vencer os valentes-porém-crus Bulls, que tiveram Joakim Noah com 21 pontos e 20 pontos, e Derrick Rose com 21 pontos e cinco passes. Também na terça-feira, em Ohio, o Cleveland pode (deve) fechar a série.

Que domingo, hein!

6 comentários:

João Pedro TONHÃO #23 disse...

Realmente q domingo.. Consegui assistir aos 2 jogos.. E q jogos tah.. Valeu a pena ter visto o Show das Feras.. Jogaços..!'

Giampaolo disse...

" Esta pode ter sido a última partida de Wade com a camisa dos Heat, "


Ele não vai jogar o jogo 5 ?

Jorginho disse...

Tambem nao entendi!
o wade esta machucado de novo?

fábio balassiano disse...

pessoal, desculpe, nao ficou claro mesmo.
partida do wade na flórida...
em casa.
ele vai pro jogo 5 sim

abs, fábio

PauloRJ disse...

Bala, se eu fosse o Wade ao invés de sair de Miami eu recrutaria outra estrela para jogar lá....e a melhor opção para ele, caso saia de Miami, para mim seria Chicago, afinal ele é de lá e já chegaria com um bom supporting cast.

Por outro lado, viver em Miami é muuuito melhor do que em Chicago...não só ele vai ganhar mais (além da Florida não ter imposto de renda estadual, o Heat pode oferecer 1 ano a mais de contrato), como o clima da Florida é um milhão de vezes melhor do que o de Ohio...

Se o Miami conseguir trazer o Bosh eles passam a disputar o leste, senão o Boozer se torna o prêmio de consolação, e ainda sobra uns trocados para investir em mais algum jogador (afinal o Boozer não é max contract) ...

fábio balassiano disse...

verdade, paulorj.
ficar em miami é uma boa opção caso o time recrute alguém. do jeito que está, o wade não aguenta.
é a velha questão: ou você cerca o seu craque com um bom elenco de apoio, ou vai perder o seu craque...

abs, fábio