terça-feira, 13 de abril de 2010

É sério isso?

O Pinheiros fez 94-92 no Paulistano e abriu 2-0 no playoff do NBB (nos outros jogos, o São José bateu o Araraquara por 71-67 para fazer 2 a 1, e Bauru fechou o duelo contra Assis por 3 a 0 após os 81-77 desta segunda-feira). De todo modo, o que me deixou estarrecido foi saber que a partida de número 3, nesta terça-feira no Pinheiros, será às 16hs (isso mesmo, quatro da tarde).

Tão assustado que estava, perguntei a amigos paulistas se seria feriado em São Paulo ou algo do gênero. Diante da negativa, corri para a grade de programação do site do Sportv, grande mentor intelectual do NBB. A resposta é óbvia: sim, a partida de hoje será transmitida pela emissora, e acho que isso explica o esdrúxulo horário das 16hs para uma partida de playoff.

Por isso fica a pergunta: até quando a LNB aceitará passivamente que os horários dos jogos e tudo mais do campeonato sejam definidos e manipulados por quem tem apenas compromisso com a audiência, e não com o público (consumidores, praticantes e futuros praticantes) dos ginásios? É lamentável que uma entidade não entenda a diferença entre parceria comercial e o famoso "vale o que o patrão falou".

19 comentários:

Anônimo disse...

Nenhum absurdo! No ostracismo que o basquete brasileiro se encontrava, onde ninguem queria transmitir (vide, era grego),temos que( por enquanto) aceitar os desmandos(ou mandos) da poderosa.Infelizmente perdemos poder de barganha ( nesse dark side q o basquete viveu),mas acredito que c essa seriedade de todos ainda seremos manchete do Jornal nacional.É exdrúxulo,sim.Mas,...
me,myself and I

Anônimo disse...

Não é só exdruxulo, é tb ridículo e totalemnte sem cabimento.

O basquete da NBB assinou um contrato que o coloca de quatro, já com vaselina posta, para que receba todo o "apoio" da Globo\Globosat.
Não foi só o horário das 16h, foi tb a alteração total da tabela para esta série (mudou tudo, 2 dias depois de ser anunciada a tabela original para os confromtos Pinheiros e Pualistano).

As transmissões são feitas de estúdio (com um reporter qie nada entensde de basquete na quadra)....é uma falta total de respeito e demonstração clara de falta de importância.

Este protesto, mesmo que trazendo pouco de mudanças, é importante para deixar claro que divulgar o basquete não é fazer o que bem quiser com ele. Vejam o exemplo da organização dos jogos na Liga Interamericas.....o total vexame que ocorreu em Brasilia versus o que ocoreeu na Argentina (´ridícula organização com troca de ginásio, jogo inacabado, arbitragem vergonhosa na capital brsileira e nenhum incoveniente nos jogos argentinos).

Enfim, me parece que o conhecido ditado francês estava certo: mudam as moscas, mas a m... continua a mesma.

Ramon Garcia

Anônimo disse...

Concordo com Ramon (e com o ditado francês). Só complemento que não é só o repórter que não entende nada de basquete. O comentarista é uma vergonha. Não sabe nada, não é atualizado, não conhece ninguém (que não tenha começado a carreira no Rio de Janeiro), e por aí vai. Pelo menoos alguém que entenda de basquete e conheça os personagens é fundamental.

daniel disse...

Fabio, e a naturalização do Shamell, como está?
Existe mesmo a chance de ele jogar o Mundial?

fábio balassiano disse...

daniel, existe sim a chance do shammel jogar o mundial.
mas o processo ainda está em andamento. não foi finalizado.

a previsão é (era) para sair por agora. vamos aguardar.

abs, fábio

Anônimo disse...

Concordo plenamente, é um absurdo. Se fosse de noite eu iria nesse jogo.

Já é um absurdo em SP onde o público atual do basquete é pequeno e de quem gosta do esporte (e nao torcedores de clube) colocarem jogos do Pinheiros e Paulistano sempre no mesmo horario (o que foi feito na grande maioria das rodadas da primeira fase). E agora no playoff esse horario fantastico de 16hs.

Anônimo disse...

o próximo passo é colocar o jogo na madrugada, pois o sportv só passa reprise de futebol!
quem sabe transmitir o basquete na madruga ajude um pouco...

vamos lá, sportv, vcs conseguem!

rico

Flavinho Dias disse...

amigos, é sim um absurdo, mas não é novidade. foi assim tb no primeiro jogo da série entre Vila Velha e Joinville. O jogo aconteceu numa quarta-feira, às 16 horas. Assim, ao invés dos cerca de 2 mil torcedores que vinham acompanhando os jogos do Vila Velha, tivemos algo próximo de 500. legal, né? e a transmissão ao vivo feita de dentro do estúdio? qto prestígio, não é verdade? acorda, liga!

Colin disse...

audiencia? às 16h? de quem? agora o público do basquete então virou 'crianças que estudam de manhã' e donas de casa? porque 16h é horario de sessão da tarde... pra se ter ideia de quão mediocre é esse horario, só passa programa de fofoca na redetv, band e outras e na globo nem vale a pena ver de novo passa....

no sportv, é horario de reprise de jogos de futebol do fim de semana...

entao alem de aceitar passivamente, aceita horarios ridiculos.

eu, grçaas a deus, estarei no trabalho!

abs...

Anônimo disse...

Não é absurdo nenhum.
Tenho certeza que os patrocinadores Amil e Sky estão muito felizes de estar tendo seus nomes divulgados em 2 jogos ate agora neste Play off que não é nem 8 finais!!!

Acho muito opotunista meter o pau quando os clubes e patrocinadores estão satisfeitos.

Típico de quem quer jogar areia em projeto serio.

fábio balassiano disse...

anônimo, a questão nao é a felicidade dos patrocinadores, que tem que existir, obviamente, mas sim um meio termo entre essa alegria dos patrocinadores e um respeito ao público.
só isso.

e quem lê esse blog sabe que eu gosto e apóio o projeto da lnb. mas ele precisa de algumas correções de rota, claro.

abs, fábio.

Toledo/MG disse...

Anônimo das 12:08 (Bala, está na hora de bloquear os anônimos): quem é que você representa para afirmar que os patrocinadores e as equipes estão satisfeitos? Desde quando o público que assiste TV às 16:00 em dias de semana adquire planos de saúde ou TVs a cabo? Qual é o poder aquisitivo desse público? Quanto aos clubes, será que esse é o horário dos sonhos? Será que é o de melhor visibilidade? Acho que não.

Aceitar com agrado esse tratamento vergonhoso é ter latente a pior autoestima possível, é assumir o complexo de vira-latas! Daqui a pouco os patrocinadores começam a cair fora das franquias, como aconteceu com o Bradesco no volei (no volei!), e o NBB começa a fazer água.

Anônimo disse...

GUTO
Inicialmente,ao Anonimo da 3,46,no tempo do Grego tínhamos dois jogos semanais,hoje são dois.Precisamos começar pelo bem do basquete e respeito a quem foi presidente,parar de tudo que aconteceu em seu período esta errado,foi errado,e hoje vemos uma competição com jogos adiados,um play off sem necessidade,visto que só vai confirmar os 4 primeiros(5 ao 8)ou seja o que já estavam classificados,um torneio internacional rídiculo e que expõe jogadores a contusões, expõe a fragilidade de estrutura de nossos ginásios.Este horário é inconcebível,porque nunca se colocou o volei feminino ou masculino neste horário.Agora a transmissão do Rob(se acha!) e os comentários do Bira se aproxima do ridiculo!

Anônimo disse...

Concordo Bala, seria muito mais interessante, vender o produto, que no caso é o NBB, para o maior numero de emissoras, assim como a NBA faz..

O primeiro jogo entre VV e Joinville também foi as 4hs no meio da semana, a torcida começou a chegar no final do jogo.

Jônathas Waldhelm disse...

" agora o público do basquete então virou 'crianças que estudam de manhã' e donas de casa? "

acertou em cheio. acrescente a esses publicos citados os universitarios q matam aula pra ir em jogo (eu!) e pronto, erá só o q tinha la no ginasio do pinheiros hje.
pelo menos o pinheiros soube aproveitar e (pelo q eu percebi) fez um trabalho marketeiro legal, convidando escolas a irem. tinha 2 la em bom numero.


no mais,CHORA PAULISTANO! CHORAAA, MAS CHORA MUITO! 3 X 0!

Anônimo disse...

Minha vóvó aposentada adora basquete hahahahah

Anônimo disse...

Na realidade o publico foi muito bom com muitas crianças e diversão para o horário.
Estas crianças serão o futuro do basquete,largado a tanto tempo.
Parabéns ao Pinheiros Sky que soube aproveitar e se consolidar como o time de Sao Paulo.
Muitos brindes,animador de primeira,grande astral.
Ao inves de reclamar fizeram uma festa grande.

Anônimo disse...

Anônimo das 3:30 (aí em cima): Só falta melhorar o padrão do time. Um verdadeiro oba-oba.

Anônimo disse...

Claro que é lamentável!!!

O problema é competir com futebol à noite, e isso vai sempre prejudicar as transmissões de basquete.

Eu assino canais pagos e quero ter direito de assistir o esporte que gosto! Se fosse pra ver futebol à noite todo santo dia, ficava com a tv aberta mesmo!

Quer coisa pior que as transmissões da ESPN de quarta-feira, nessa última temporada da NBA? Quem tinha a ESPN HD ainda se salvou, mas quem não tinha... Jogos nem eram ao vivo, meia-noite (jogos que aconteciam às 8 da noite). Pior foi a seleção de jogos, os mais toscos possíveis.

Por quê? Porque NÃO HÁ COMPROMISSO com quem gosta de basquete, só de transmitir, pensam que já é lucro para os fãs do esporte. Não é assim!