terça-feira, 6 de abril de 2010

Mico em Brasília

No começo do Torneio Interligas, em Brasília (houve mudança de ginásio por causa da insatisfação dos argentinos com o piso do ginásio Nilson Nelson), a partida entre Flamengo e Libertad está paralisada no momento devido a goteiras (que novidade!) no ginásio da ASCEB.

Ah, vale lembrar que tanto Flamengo quanto Brasília disputam os playoffs do NBB dentro de poucos dias. Um vexame absoluto!

ATUALIZAÇÃO ÀS 21:45: Devido às goteiras, a rodada do Torneio Interligas foi cancelada. Vem cá: até quando veremos isso no basquete brasileiro, hein? De novo: um vexame absoluto!

18 comentários:

Anônimo disse...

Nossa, quando a gente pensa que está no fundo do poço...

fábio balassiano disse...

concordo com vc, anônimo!
o fundo do poço é sempre mais fundo do que aparenta...

fábio

Anônimo disse...

Pior é que o grande público acha que o basquete hoje é um produto novo, de credibilidade e de alta qualidade. Bastou a Vênus Platinada falar - isso das goteiras eles vão ignorar, com certeza -, e valorizar peladas como Assis x Cetaf, só pq são do NBB, que todos os que não são do meio - 99,9999% do público brasileiro - acham que o esporte agora é um ESPORTE. Como se fosse de verdade. Palhaçada, mudou a estampa, a embalagem, mas continua a lesma lerda. Times que não pagam, a tirania dos dirigentes, jogos de péssimo nível, público desrespeitado, mandos e desmandos, um verdadeiro circo. Nosso basquete estava morto e continua morto. Só que a cada dia que passa mais fedido.

Marcelo disse...

o país das olimpiadas maracãzinho alagado,goteiras........etc


é a culpa da chuva

no japão,alemanha,italia,espanha,eua........etc lá não chove por isso não tem goteiras
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


q blz hein roby porto

Rogerio Matos disse...

Fala pessoal!
Cara, nao acredito nisso! Realmente um vexame. Mas gostaria de saber (pois de verdade nao conheco) o que ha de errado com o piso do Nilson Nelson?? Alguem pode me explicar!
Espero que da proxima vez escolham um ginasio melhor preparado!
E vamo Brasil rumo aos jogos olimpicos de 2016!
Forte abraco

daniel disse...

Mas nós somos azarado também né.
Enquanto pro volei a chuva fez do bernardinho um coitadinho que dormiu no ginásio (só se falou disso nos noticiarios esportivos), pra nós a chuva estraga o campeonato.

Porcaria!

Anônimo disse...

Creio que chuva que caiu no Rio, nem se compara em BSB ...

Logo, estamos realmente anos atrás do volei e qualquer outro esporte ...

Anônimo disse...

O melhor é os jogadores do Fla jogando FuteBasket ao vivo pra todo o país...

Chizu disse...

O piso do Nilson Nelson é um emborrachado. O mesmo do jogo Universo x Flamengo.

Anônimo disse...

situacao ridicula! absurdo, mas em todos os ginasios brasileiros encontramos goteiras e placares que dao pane..agora a coisa mais ridicula mesmo foi ver os atletas profissionais do flamengo jogando futebol enquanto esperavam a partida recomecar..boa bola marcelinho! por isso que vc so joga no brasil mesmo..

Douglas disse...

Melhor explicando, com as minhas palavras, o problema do piso do ginásio para o amigo que não tem essa informação: O piso emborrachado prende os pés no chão com mais firmeza. Como o basquete é um esporte de deslocamentos rápidos, mudanças de direção repentinas e paradas abruptas, este tipo de piso sobrecarrega as articulações dos membros inferiores, facilitando assim a ocorrência de lesões. E não pense que é frescura... Eu mesmo já torci meu joelho (molho de 1 mês e meio) em uma quadra assim e tenho certeza que em uma quadra com piso de madeira teria apenas escorregado, caído, levantado e prosseguido...

Anônimo disse...

Ginásios péssimos tem pelo Brasil todo. Aliás, acho que o único que não tem goteira deve ser o do Pinheiros, porque é um prédio e tem andares em cima. Não é um problema do basquete e não precisa chover a pior chuva dos últimos 50 anos para molhar quadras cobertas no Rio, em Brasília ou em qualquer cidade do Brasil. As goteiras no basquete são o menor problema. E os outros esportes, inclusive o vôlei, também têm os seus (maiores que as goteiras). O país das Olimpíadas de 2016 precisa olhar para isso e começar a se mexer, senão...

Toledo/MG disse...

A Arena Vivo do Minas Tênis Clube, além de climatizada, também não tem goteiras. Apesar de não ter a capacidade do Mineirinho, Maracanãzinho ou Ibirapuera, acredito que seja o melhor ginásio do Brasil sob o ponto de vista do jogo.

Anônimo disse...

Na NBA já aconteceu goteiras no ginásio do New York. Não é pra justificar, mas não fiquem achando que só nós nos ferramos. Eles às vzees também dançam.

Anônimo disse...

O que me preocupa que o Brasil concorre para sediar o pré-olimpico, considerando que hoje muitas das decisões do basquete da banda de cá, sul america, passa por argentinos da FIBA temos que torcer para que não usem o que presenciaram la em brasília para prejudicar o Brasil na hora da escolha do país que vai sediar o pré-olimpico masculino.
Os comentarios em uma destas comunicades do basquete foram as piores pelo que escutaram dos argentinos. Segundo esta comunidade comentou que a Universo foi incansavel para disponibilizar o novo ginasio depois que os argentinos, não concordaram em jogar no Nilson Nelson, tiveram que levar de volta para o Ginasio da ASCEB toda estrutura inclusive trabalha isto de manhã para 19 horas quando começava a primeira partida.

Victor Dames disse...

Tem que ver o nível dessa chuva também. O mané que acho rídiculo o Maracanãzinho alagado não viu o que choveu aqui no Rio. Mas a desorganização já ficou nítida na mudança de ginásio por causa do imbróglio no piso. Pelo menos mostraram bom senso nas mudanças programadas para hoje. E olha que chegaram a sugerir que os times jogassem duas vezes no mesmo dia!

Abraços!

marcelo disse...

é só chove no brasil né victor


essa desculpa é ridicula

Victor Dames disse...

Sim, caro Marcelo, chover o que choveu essa semana, só no Brasil, principalmente aqui no Rio. Nos outros países, as "desculpas" são terremotos, terrorismo, erupções...

Eu particularmente não estou dando desculpa nenhuma, só queria mais apuração. Se o teto do ginásio da ASCEB é um queijo suíço, não há descula que justifique a marcação de jogos para lá...

Abraços!