sábado, 4 de setembro de 2010

Como parar Luis Scola?

Tenho certeza que uma pergunta martela a cabeça de Rubén Magnano há duas noites: como parar Luis Scola? É nisso que o técnico pensa, e que eu tampouco consigo parar de pensar.

Craque maior do time armado pelo ótimo Pablo Prigioni (será que Alex vai vigiá-lo?), Luis Scola já é o maior cestinha argentino em Mundiais (357, 26 a mais que Ernesto "Finito" Gehrmann) e tem as assustadoras médias de 29 pontos, 8,2 rebotes e 60,2% de acerto nos tiros de quadra. Para se ter uma noção, em apenas um jogo, o da estreia contra a Alemanha, o camisa 4 platino não anotou mais de 20 pontos. Nos outros, superou a marca dos 30, arremessou em média 19 vezes e converteu no mínimo 11 cestas de quadra.

O óbvio é pensar que Anderson Varejão começará marcando o ala do Houston Rockets (provavelmente tentando aquelas cavadas de falta conhecidíssimas), mas Tiago Splitter terá que ajudá-lo no combate - alguém, assim, precisaria "rodar" para não deixar Román Gonzalez parecer com o esloveno Primoz Brezec. Outras possibilidades são as zonas defensivas e a "dobra" em Scola - dificultando, assim, as ações do argentino. Essa ideia é boa, mas arriscada, porque o passe de Scola é fantástico. Se a rotação brasileira falhar as bolas de fora podem cair facilmente.

Rubén Magnano deve estar pensando em inúmeras ideias para deter seu conhecido ala-pivô, e uma coisa é certa: para vencer os hermanos, limitar o jogo de Luis Scola (não digo nem "só" a sua pontuação) é fundamental.

14 comentários:

jdinis disse...

No pré-olímpico de 2007 Scola "acabou" com o Brasil e a marcação nunca dobrou nele. Agora eu confio no Magnano para decidir qual a forma mais adequada de parar Scola e a Argentina (ao contrário do Lula Ferreira).

O ideal é que nosso ataque conseguisse carregá-lo com faltas, o que eu acho difícil pois só temos um pivô decisivo (Splitter) que não deve ser marcado pelo Scola.

Sergio 2 due disse...

terça feira ,depois do jogo te respondo,Bala

Anônimo disse...

Fala bala, bele?

Essa função é do Varejão, o melhor marcador de poste baixo do mundo. Tiago deve se limitar a ajudar, pois não é lá dos melhores marcadores e deve tomar cuidado para não se carregar em faltas (mesmo porque é nosso único pivô ofensivo). Postei no Rebote que também usaria Murilo e Jp para dar umas trombadas njo Scola, nesse sentido, acredito que o Guilherme deve ter os minutos diminuídos.

Quanto ao Delfino, revezaria Alex e Marquinos. não colocaria LB, sabidamente péssimo marcador.

Já o Prigioni apostaria no one and one com Huertas, que é melhor marcador que o próprio Prigione, vide Liga ACB.

Acho que a Argentina é comandada por esse trio, fora disso, seus talentos aparecem esporadicamente e, na maioria das vezes, sem grandes danos. Os chutes de Gutierrez e Quinteros, as infiltrações de Jansen, e as bolas embaixo de Oberto e Gónzales.

Abraços, Gustav, vamos ganhar porra.

fábio balassiano disse...

Sergio, nem um pitaco? Hablar despues... Hahahahah

fábio balassiano disse...

Sergio, nem um pitaco? Hablar despues... Hahahahah

Anônimo disse...

pelo jeito soh espancando o scola, pq segundo o texto, tdo q ele faz eh fantastica/perfeito/extraordianrio/maravilhso

Anônimo disse...

Acredito que o Varejão e o Murilo deveriam revesar a marcação no Scola.
Mauricio

Anônimo disse...

Só conseguiremos ganhar da argentina caso façamos uma forte marcação. Foi assim que paramos os USA.
Maurício

marcelo marques disse...

ANDERSON VAREJÃO


continuo afirmando nosso principal problema será o delfino o alex é pequeno para marca-lo


precisamos marcar o delfino

DANIEL disse...

1- varejão nele
2- murilo e JP entram em alguns momentos para trombar, tentar cavar uma falta de ataque ou até mesmo uma falta dupla
3-todo bloqueio para o SCOLA deve vir acompanhado de uma trombada de algum brasileiro...FAZER UM PINBALL COM O SCOLA
4- dobrar funciona um pouco mas ele vai se ajustar a isso, não pode ser feito o jogo inteiro
5- fazer ele trabalhar na defesa....seria interessante ve-lo defender um PICK AND ROLL na linha de 3 pontos
6- ele provavelmente vai começar defendendo o varejão, seria interessante um movimento havendo um bloqueio entre os pivôs...assim , na troca, ele teria que marcar o Splitter e ter mais trabalho

Anônimo disse...

estimado anonimo das 22:03,

o que o luis scola nao sabe fazer além de chutar de 3pts??

Sergio 2 due disse...

Bala:

tentei ficar calado porque vc sabe que a opinião de um argentino por aqui é motivo de briga e de ofensas sempre, mais a seu pedido vou responder com um "pitaco"
hahahahaha
O problema de Magnano não é parar a Scola..isso é impossível..a solução é parar a quem serve a Scola..ou seja ao garçom que passa a bola para ele..seja Prigioni,Cequeira o Delfino
Se Scola não tem a posse de bola chegando para ele..não vai conseguir fazer 30 pontos
É dificil explicar isso aqui no Brasil aonde não temos a idelología do armador,do base,do cérebro que maneja o time..senão que unicamente vemos os pontos dos cestinhas, nesse caso ,Scola...
Magnano pode resolver o problema de enfrentar um time como Argentina se consegue parar aos armadores,parar o sistema de jogo da Argentina é outra coisa,outro problema
Pode ser que Scola não faça 30 pontos,mais tambem pode acontecer que os outros façam mas de 20 pontos..ai vai ficar muito mas dificil que resolver o problema de Scola
Os dois times vão a apostar na defesa total..quem conseguir isso ,vai levar

um abraço

raul d'avila disse...

O problema não é o Scola. O Problema é o Marcelinho Machado, para eles. Vai dar Brasil com Escuela e tudo.

fábio balassiano disse...

Valeu, Sergio. Concordo c vc. Ans