sábado, 21 de agosto de 2010

Sinal de Alerta

Partindo do pressuposto de que preparação é preparação, e as derrotas são, até certo ponto, "cabíveis" (não concordo com isso, mas deixa estar), vamos passar a um ponto importante então. Como bem apontou o Rafael, em recentes caixinhas de comentários por aqui, Marcelinho Huertas, armador titular da seleção, saiu machucado do duelo contra a Espanha, em Logroño, e não atuou contra a França, ontem, em Lyon (o Fábio Sormani, em seu blog, detalha o assunto também). Pelo que apurei, é um desconforto no joelho esquerdo do atleta do Caja Laboral (tendinite leve).

Minha fonte, porém, diz que não é nada grave, e que a condição de Huertas não preocupa tanto assim. De todo modo, é bom ficar de olho, já que a posição de armador é a única que não possui alguém que possa manter o ritmo do titular. Raulzinho é novo, e ainda oscila muito. Nezinho é experiente, e continua (provavelmente até o final de sua carreira) irregular demais (educação, Fábio, educação!).

Sem reservas à altura, é bom que a seleção cuide bem do joelho e da condição física de Marcelinho Huertas. Se a rotação dos pivôs e alas até que se sustenta com uma lesão (se bem que, com as condições de Splitter, Varejão e Nenê, sabe-se lá como iremos no garrafão), a de armador é absolutamente traumática. Sinal de alerta ligadíssimo portanto.

11 comentários:

Anônimo disse...

Me parece que erramos FEIO na preparação física desta vez.
O prep físico de seleção (Diego) esteve muito envolvido em meter-se no lançamento da Escola de Técnicos e pouco se preparou nas reais necessidades individuais do elenco......está dandoi no que estamos vendo.

Sempre achei muito estrano o envolvimento de um preparador físico no lançamento da Escola de Técnicos há semanas do início da preparação da seleção.....mas agora os resultados práticos (uma verdadeira enfermaria nos atletas) mostram que energias foram gastas em projetos secundário para o momento, e a selação paga o pato.

Gostaria que refletissem sobre o tema....e vc BALA o que acha?

jdinis disse...

Huertas é o jogador mais importante dessa seleção. É o "comandante" do time e não tem reservas nem próximos de seu nível. Sem ele não dá para aspirar NADA nesse Mundial.

Agora, que é estranho a série de contusões com atletas que se apresentaram, teoricamente, sem nenhum problema, isso é...

Anônimo disse...

Bala
Não da para esconder o que estamos passando quanto a preparação como um todo,especialmente na preparação física dos jogadores.
É inconcebível que por falta de planejamento do Argentino e da CBB corremos o risco de não termos nossos principais atletas em ponto de bala na véspera de um Mundial meia boca.
Não podemos não comentar estas coisas,sabe quando iremos ter outra chance desta? Nunca.

Jose " o Troll"

Anônimo disse...

Nenê está fora do Mundial! Olhem no site da CBB!

Fábio Carvalho disse...

É, amigos, com Nenê fora recebemos um baita balde de água fria.
Agora não dá pra culpar Magnano e o preparador físico por conta de uma tendinite, né? O que eles podem fazer é deixar o cara descansando e tratar com fisioterapia (o que já tá sendo feito, não
?).
E vou mais longe: nosso primeiros dois jogos no mundial são os mais fáceis. Espero que em ambos possamos reduzir boa parte do tempo de quadra do Huertas, se necessário.
Abraço!

Anônimo disse...

Lógico que da!!!!
O Hermano é o responsável por tudo.
Uma tragédia anunciada muito antes.

Anônimo disse...

Esqueceu de assinar, Jose. haha

Chizu disse...

A cada lesão de nossos atletas a cada amistoso internacional, aquele clima de esperança que tomava conta após o Super4, vai se transformando em desespero. Falavam que a lesão do Nenê estava sob controle, que ia jogar o mundial, etc, e agora está cortado definitivamente. Estamos assistindo a mesma novela com o Splitter, Varejão e agora o Huertas. A dúvida é: quem vai sobrar para jogar o mundial?

Anônimo disse...

Assisti uma partida ontem do sub 16 paulista entre Santo Andre e Paulistano, que me fez pensar no caso huertas, até o fim 3º quarto o SA ganhava por 10 pontos, ai seu armador pedio substituição, a partir dai o time de SA se perdeu em quadra, ew como não tinha organizador a altura, o Paulistano passou a comandar a partida,
no fim o SA perdeu de 52 á 58 para o Paulistano, o armador ate tentou voltar a quadra mas não conseguia se movimentar pela contusão;
a contusão dele pelo que soube e tendinite patelar.
Obs.: o garoto que se chama Fernando, havia feito ate o 3º q., 17 pontos duas assistencias dois rebotes, e era quem conduzia o jogo o que me deixou impressionado, a partir do aumento da dor simplesmente virou coadjuvante no ultimo quarto; o que me deixou preocupado com a seleção, pois me parece que temos um quadro parecido na seleção, respeitando-se as proporções.

Anônimo disse...

O Marcelo Huertas é um profissional de muita força, garra, perseverança, e que pensa grande, que não desisite nem se abate com essas contusões corriqueiras.
Ele já, já estará bom de novo e dirigirá com toda a sua maestria a seleção brasileira lutando por conseguir o objetivo mais alto possivel.
Podem acreditar !

Anônimo disse...

Contusão corriqueira ou não e uma impossibilidade de se jogar 100%, uma tendinite patelar e coisa seria, e sintoma de dor dela e agudo, podendo levar a imobilização, podendo agravar a situação, torço por ele e espero que se recupere, mas o sinal esta piscando, não temos substituto a altura dentro da seleção