terça-feira, 17 de agosto de 2010

Para corrigir os erros

A seleção masculina joga hoje contra a Espanha (que provavelmente não terá Marc Gasol, lesionado) em Logroño (15h30, e o blog acompanha tudo) com uma missão clara: corrigir seus graves defeitos da derrota contra a Argentina.

Se é verdade que os desfalques de Splitter e Nenê são importantes, bem como o fato de tudo isso ser "apenas preparação", fato é que velhos erros foram cometidos ontem. Para ficar em um exemplo, faltou (muito) jogo no garrafão. E não falo aqui de pontos dos alas-pivôs, mas sim de participação maior de Anderson Varejão e Giovannoni (seus sete pontos vieram no primeiro quarto!) na partida. Alguém notou na caixinha que isso pode ter acontecido devido às ausências da dupla acima citada, mas não concordo muito. Padrão é padrão, independente de quem você coloque em quadra.

Outro ponto que merece atenção é a marcação no perímetro da seleção. Com Huertas, Alex e Leandrinho, o Brasil fica vulnerável demais. Contra equipes com jogadores mais altos e com bom arremesso (ontem Delfino fez a festa), será difícil segurar (hoje teremos Navarro e Mumbrú/Garbajosa para deter). Isso sem falar na enxurrada de arremessos de três pontos e nas atuações ruins de Nezinho e Murilo (como ele sente o jogo de alto nível, hein!).

É apenas fase de preparação, mas é preciso corrigir os erros mais graves para chegar bem ao Mundial da Turquia. Lembremos que a Argentina de ontem também estava desfalcada de Oberto e Nocioni, e Luis Scola só jogou 25 minutos.

28 comentários:

Anônimo disse...

bala, sei que não tem nada haver com o assunto mas vai lah!!
Tive no fluminense ontem e assisti a final do carioca ( flu 80 marinha 750) E POR INVCRIVEL QUE PAREÇA foi um bom programa jogo equilibrado e divertido e nivel técnico razoavel (que já é grande coisa)basquete no rio respira com ajuda de aparelhos mas ainda respira!!!
Lembrei disso aqui pq em grande parte do jogo a marinha jogou com 3 armadores (marcellus, pedrinho e guilherme não sei se vc conhece) e deu certo ...logico que o rebote cai um mt e o chute fica mais vuneravel mas melhora mt a velocidade e a qualidade do passe..logico que o nivel que o brasil joga é bem mais complicado mas acredito ser possivel sim!!! vamos das mais uma chance..
abs
samuk

Anônimo disse...

nossa... mas parece que perdemos pro paraguai...

Anônimo disse...

O gramado do vizinho eh sempre mais verde...

Anônimo disse...

heloooooo tem alguem aí? jogo de pivo..deves estar brincando..sem os dois numero 5. faz um estágio de uns 10 dias junto a alguem como magnano que não vais mais escrever este tipo de coisa. basquete é mais que comentários de quem não estudou nem praticou o esporte em alto nível. o jogo de ontem não era contra o paraguai, como disse o amigo acima!

Anônimo disse...

concordo em gênero, número e grau com a anônimo acima.

Anônimo disse...

Fábio;
Tudo bem que isto seja um blog e não há nenhum comprometimento com a verdade de cunho jornalístico, sendo a mera expressão de suas opiniões pessoais. Mas, um pouco de comprometimento com os fatos e um pouco de verificação das informações seria interessante antes de publicar sua postagens. Um conselho de um profissional experiente.
abçs

flaminio disse...

o jogo hj será transmitido pela sportv? na grade de programação as 15:30 tem EVENTO, será o jogo?

Márcio-33 disse...

Acho que o jogo se concentrou fora do garrafão por que o Varejão não tem jogo no 1 x 1, ficando seus pontos a cargo das assistencias em bixo da cesta ou em pick and rolls. Com Splitter e Nene acho que as coisas mudam Bala, mas não podemos esquecer que era a Argentina do outro lado. Acompanho o blog a algum tempo e vira e mexe se discute que no nosso basquete a uma cultura do chute de tres, mas ontem a defesa da Argentina fechou o garrafão sobrando as bolas de fora e apesar de ter visto só o segundo tempo não vi nenhum chute forçado, foram todos de bola trabalhada que chegava a mão do pivo e ia para fora. Neste aspecto vejo uma melhora significativa e não resta duvida que com Nene e Splitter a tendencia é que os garrafões estejam cada vez mais fechados!

Abraxxx

Anônimo disse...

Mudando,
O Paulista meia boca.
Os times NBB sobram.
Ate o Pinheiros, timinho, ta ganhando com folga.

Anônimo disse...

Flaminio: o jogo não será transmitido, a Sky havia colocado Torneio Internacional do Basquete, mas já substituiu e colocou VT do Boca Juniors no lugar.

fábio balassiano disse...

vamos lá.
samuk, eu ia ao jogo no fluminense, mas tive curso e deixei passar.
é lógico que a opção com três armadores pode dar certo, mas, sim, é perigosa.
isso que quis dizer.

abs, fábio

fábio balassiano disse...

por fim, agradeço aos anônimos que dizem que não estudo, e nem sei o que estou dizendo.

o que quis, e quero dizer, é que o garrafão poderia ser mais utilizado na partida, só isso. independente dos caras que tínhamos em quadra.

a a argentina não tinha o obert e o gonzalez em quadra em alguns momentos, e a bola ao menos chegava no scola, no kammerichs e tinha jogo por ali.

pode ser que seja um leviano completo, mas mesmo assim achei que dava.

abs, fábio

fábio balassiano disse...

marcio33, eu concordo com você. a argentina jogou a isca para o brasil (fechar o garrafão e liberar os chutes), e o brasil caiu.
não houve tentativa de infiltração, a bola não rodou e (de novo) os pivôs foram pouco "consultados" sobre o andamento da partida.

sinceramente acho que poderia ter sido bem melhor.

abs, fábio

Anônimo disse...

Uau, fico bobo de como os comentários estão otimistas, não aceitam que falem mal do Brasil só por causa da ausência do Splitter e do Nenê. Eu assisti a partida e vi os mesmos erros que o Fábio constatou.

Com Huertas em quadra, alguma coisa funcionava. Na hora que entrou Nezinho, adeus. Mesmo no Mundial, não é difícil que em algum momento Varejão e Giovannoni (ou Murilo) fiquem no garrafão. Vi outro dia um amistoso da Lituânia e, por uma ausência na equipe, o Kleiza jogou de 4 (e bem), mesmo não sendo a posição que ele vai jogar no Mundial.

Em muitos momentos o ataque não funcionava, quando o Leandrinho começou a infiltrar a coisa melhorou (prefiro ele fazendo isso ao invés dos chutes forçados de 3), as reações do Brasil foram na velocidade e é assim que deve ser. A defesa da Argentina estava forte, foi uma boa oportunidade para testar esse ataque.

Espero que corrijam os erros hoje. E que no torneio da França a seleção melhore significativamente.

Anônimo disse...

o povo ignorante. padrão de jogo não depende dos jogadores em quadra. função tática e leitura de jogo é premissa de um jogador de seleção. Tem que jogar dentro da área pintada sim...

Anônimo disse...

impressionante como nego não sabe ler aqui! é inacreditável.
o que o bala diz é absolutamente normal.
aí vem um cidadão e diz que não tem nada a ver? como que pode?!

deus que me livre

edu

Anônimo disse...

glauco

é preciso atenção pra ler aqui, pessoal.
o que o fábio aponta é da necessidade do jogo de garrafão. o brasil caiu na isca da argentina, infelizmente. jogou mal, paciência.

que melhorem, é isso.

raul disse...

eu acompanhei o jogo pelo channelsurf e realmente o time não apresentou o padrão de jogo esperado, como o bala falou faltou demais o jogo com os pivôs, o Marcelinho Huertas ficou devendo apesar dos passes.Leandrinho ruim no ataque e na defesa, o Alex não conseguiu marcar o Delfino que deitou e rolou. De positivo Marcelinho Machado bem mais comedido e ate marcando bem.Varejão já era esperado.
Nezinho bem, realmente não tem os estilo de jogo proposto pelo técnico, foi uma escolha bem confusa.
acredito que nesse tipo de jogo com caras com uma vantagem muito grande de estatura o Alex deva ficar no banco.
bem certo que a preparação não foi muito longa e que ainda tem ai 2 semanas mais ou menos.
mas eu gostava muito mais da seleção com o estilo do Moncho.
não que o atual técnico não tenha qualidades todos sabemos que tem.
mas a seleção se identificou muito com o Moncho e ele em pouco tempo conseguiu ter um padrão de jogo.

Anônimo disse...

Concordo com o Raul quanto ao Moncho, o único problema é que ele só revezava 7 jogadores. Mas um amistoso contra a Croácia comoandado por ele foi um dos melhores momentos da seleção.

Anônimo disse...

Leandrinho é uma piada, arremessa de qualquer jeito, não sabe criar o próprio arremesso e não defende nem vento. Até dezembro o Toronto o dispensa e ele volta pra algum clube no Brasil.

Giovannoni patético, tomou um baile do Scola e ainda tem gente que diz que ele tem que começar na 3 ou na 4.

Posição 3 não tem o que inventar: 20 minutos Marquinhos / 20 minutos Marcelinho.

Nezinho e Murilo não sei o que estão fazendo no grupo.

Fábio, relaxa por que 90% de quem posta aqui nunca nem pegou numa bola de basquete. São os típicos modinhas que vêem a globo noticiar que finalmente o Brasil contará com todos jogadores da NBA e já acham que o time vai ganhar tudo por isso.

Anônimo disse...

Putz tem cara que pensa que para entender de basquete tem que estudar, isso e uma bobagem de cara frustrado. As jogadas são sempre a mesmas o que diferencia muito e faz diferença , e o talento de cada jogador. Não gostei do cara que criticou o bala se achando o especialista , me poupe disso, tenha hulmildade, seja lá o que vc estudou saiba que na pratica seus anos de estudos podem não valer nAda.

Anônimo disse...

quando o machado joga mal sao 400 comentarios caindo em cima do cara, quando ele e um dos unicos que joga bem (huertas e varejao foram os outros dois) ninguem aparece pra dar a cara a tapa.

Anônimo disse...

Anônimo das 12:03 = O problema é que ele jogou bem em um amistoso. Já viu como ele joga em jogos importantes, decisivos?

E no jogo de ontem, ele acertou uns arremessos, mas não foi nada além disso. Contar com isso em todo jogo é estar fora da realidade.

Márcio-33 disse...

Bem, eu acho que a diferença da presença de nene e splitter não vem só nos pontos dos pivos, mas acreditos que vamos ter um rebote defensivo de respeito o que vai nos dar um contra-ataque consistente na velocidade do leandrinho. Como a idéia do magnano é de uma defesa agressiva afastando o adversário da linha dos tres forçando o arremessos precipitados , possivelmente o contra-ataque será o carro chefe desta seleção no mundial. Se a defesa se portar como no jogo de ontem acho que pode dar certo.

Anonimo 12:03

Machado realmente jogou muito bem, e sim varias pessoas comentaram a respeito neste e em outros post do blog.

Abraxxx

Anônimo disse...

Também nao entendo essa perseguicao encima do MM, ele é otimo , e por anos é o mais eficiente do NBB e agora sendo o principal jogaor da selecao. Parabens Marcelinho Machado!

Cassiano disse...

Nossa senhora..."encima" é demais pra minha cabeça...pelo amor de Deus!!!

Rafael disse...

O PRINCIPAL JOGADOR DA SELEÇÃO ????

Fala sério !!! Acredita em Papai Noel também né, anônimo ??? rs

Márcio-33 disse...

Melhor jogador também é demais né!!! hehehe...Ontem foi bem e se se mantiver assim pode ser muito útil no mundial. Acho que o problema principal do Marcelinho é jogar no brasil e eu explico; aqui ele é intocavel em relação a arbitragem seus defensores tem que marca-lo quase sem contato ou são excluidos por falta, quando joga com uma arbitragem imparcial ele tem dificuldade, pois não consegue se desmarcar facilmente e acaba forçando as jogadas. Se ele jogasse fora talves não tivesse esse problema, ja estaria acostumado a um marcação mais pegada, talento ele tem de sobra.


Abraxx