terça-feira, 31 de agosto de 2010

Debaixo dos caracóis de Varejão

Depois do partidão contra os EUA ontem à tarde, a seleção brasileira está de folga hoje na Turquia. Mas uma pergunta precisa ser respondida ainda nesta terça-feira: como, de fato, está Anderson Varejão para as importantes partidas contra Eslovênia e Croácia?

Jogando diante do esquema mais "solto"de Coach K (quatro abertos o tempo inteiro), até que Rubén Magnano se virou bem com Marquinhos e Guilherme na posição 4. Contra os europeus, no entanto, a presença de Varejão se faz muito necessária. Se o ala-pivô dos Cavs estiver em condições o Brasil tem tudo para crescer ainda mais graças à seu defesa monstruosa.

Torço para que realmente Varejão tenha sido "só" poupado dos três primeiros duelos. A partir de agora, a sua presença é mais do que necessária. Nossas chances aumentaram após a derrota contra os EUA, mas pouco terá adiantado caso os resultados positivos contra Eslovênia ou Croácia não apareçam.

14 comentários:

Anônimo disse...

post perfeito.
precisamos dele, precisamos saber as reais condições dele (o neto twittou pro rodrigo alves esses dias que o varejão estava ok, q foi só susto, ou algo parecido. pra mim ele mentiu ou nao sabia direito e quis tranquilizar todo mundo, pq o varejao vem sendo poupado pq nao tá bem mesmo.)
defesa dos europeus é mais fechado, com JP em quadra o Splitter vai ter q se desdobrar mais do que vem faznedo pro garrafão nao passar vergonha.

fábio balassiano disse...

obrigado.
concordo!

abs, fábio

Heber Costa disse...

Sinceramente, não sei o que se esperava de JP, mas ele me parece muito abaixo do rendimento dos outros jogadores. Não tem contribuído muito ofensivamente (quando chega a um rebote, desperdiça muitas bolas de segunda) e — pior — tem feito pouco também na defesa (poucos rebotes aqui também). Será que Hátila, Paulão ou até mesmo Lucas Bebê estavam abaixo dele? Com um pouco mais de regularidade de jogadores que podem render mais, como Guilherme e Marquinhos, e a aplicação tática mostrada nesse jogo contra os EUA, acho que o Brasil chega a uma medalha. Vejamos.

Anônimo disse...

essa folga n podia vir em melhor hora
recupera varejao, precisamos de vc cara
vlw

jdinis disse...

Varejão acrescenta presença no garrafão, movimentação, rebotes, tempo de descanço ao Splitter e muito mais raça ao time (que foi ponto forte contra os EUA, até o Murilo!).

Agora, não deve se cobrar demais dele se jogar, está parado a algum tempo e deve se enquadrar aos poucos.

Vamos torcer pelo Varejão.

Jônathas disse...

é moçada, quando o basquete sai no jornal nacional é sinal que as coisas tão mudando... finalmente! :)

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1328086-7823-BRASIL+PERDE+POR+DOIS+PONTOS+PARA+OS+EUA+NO+MUNDIAL+DE+BASQUETE,00.html

29 segundos de JN. aí sim! haha

Bruno disse...

Heber Costa,

realmente o JP Batista, que nunca foi sequer um bom jogador, vem fazendo um mundial vergonhoso, completamente fora de forma (apesar de estar mais magro).Sem tempo de bola nenhum,com mãos de pedra (solta todas as bolas,impressionante!)parece estar despreparado para jogar uma competição deste nível.
Mas é muito fácil justificar a escolha dele pelo Magnano:experiencia internacional em clubes, no universitário americano e até na seleção.
Lembre-se que com o Varejão mal fisicamente e com o corte do Nene, qualquer um que viesse teria que ser para jogar, não apenas para esquentar o banco, e ai já podemos excluir o Lucas, que é muito novo e franzino para o mundial e poderia se queimar.Nesse caso o argentino fez o certo, colocou o garoto pra treinar com a galera do adulto, ganhou experiencia e só, por enquanto.Paulão está lesionado.Fab Melo não foi liberado por Syracuse.Hátila era a concorrência do JP e, levando-se em conta que joga na Venezuela, acho que é razoável defender a vinda do JP.
Mas o importante mesmo é que o Magnano tem um plano, ele sabe o que está fazendo, não é algo aleatório.
Daqui a um ano ou dois, se o Brasil jogar contra os EUA nas mesmas condições de ontem, com jogo parelho até o final, se o Magnano ainda for nosso técnico, vamos ganhar, tenho certeza.Faltou banco de reservas e um ajuste fino no ataque para a vitória e com o tempo teremos ambos.

raul d'avila disse...

Varejão, como está? Se ninguém diz, se o assunto é tratado como segredo de estado, é porque está mal. Se jogar quarta, como vai estar? Terá ritmo de jogo? Vai aguentar? Como treinou, que movimentos fez, com bola, só foi poupado?
Não dá prá saber. Antes do JP tinha o Fab Melo, sem experiência e Paulão,sem condições físicas. A culpa não é dele. Foi chamado das férias se apresentou. Pelo menos isto. Não merece críticas, foi o que sobrou. O Lucas Tischer pelo menos pegaria bem mais rebote e enterraria umas 3 bolas por jogo.Assim vamos rezar para São Melhoral e esperar que o Varejão fique sem do-dói para estes jogos a seguir.

bigmanrj disse...

Melhor jogada da partida. Andre Iguodala com o popo no chão, após um Crossover do Leandro Barbosa.

http://www.youtube.com/watch?v=IqUkhGnl-5w&feature=player_embedded

Colin Foster disse...

O Varejão é essencial contra os europeus, pelo jogo de 5x5 que ele faz bem e por ser um "lixeiro", por ir em todos os rebotes ofensivos.

Quanto ao JP, fico surpreso com a falta de confiança dele, até pq ele já foi cotado pra NBA, fez ótimas temporadas em Gonzaga. Não acho que ele seja esse horror todo, mas realmente está fora de forma e sem confiança, destoando dos outros.

Levar o Bebê seria loucura, se estamos lamentando a falta de um pivô de força. O Paulão está lesionado. Temos o Faverani, mas ele é 4. Para mim, a saída do Nenê foi forçada pelo Nuggets, porque se ele precisava de 10 dias, talvez estivesse em quadra antes até do Varejão.

O jeito é jogar com o que temos, que é bastante coisa, e apostar em contra-ataques. EUA e Brasil se anularam, e acho que contra os europeus teremos um pouco mais de chances de sair em contragolpes.

Anônimo disse...

Bala, vc não acha que o Baby, mesmo com seus problemas, poderia ser uma opção para pouoar o Splitter por alguns minutos. Acredito que ele, ao menos, poderia marcar uma presença física importante. Melhor que o JP, por exemplo.

fábio balassiano disse...

acho que sim, anônimo.
não sei o que faria, mas não levaria o murilo e o jp.

abs, fábio

Anônimo disse...

Com certeza pesou a temporada ridícula do Baby pelo Paulistano, enquanto o JP até teve um bom ano na França. Acredito que o Varejão não deva estar tão mal assim, senão o Cleveland teria feito com ele o que o Philadelphia fez com o Nocioni e o Denver com o Nenê.

Anônimo disse...

Fabio, acha que com um 4 aberto, com Marquinhos ou Guilerme, não daria uma dinamica melhor para o ataque? Guardando as proporções, mas os USA, ganharam (de lavada) assim jogando contra dois europeus com dois pivos de origem... Lògico não deixando o jogo ofensivo de garrafão com Tiago, como contra o USA...

Abraços,

Rodrigo