quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

A melhor defesa nem sempre é o ataque

Escancararam a defesa do Knicks essa semana. Uma noite depois de Kobe Bryant alucinar o Garden com 61 pontos, ontem foi a vez de LeBron James (na foto ao lado de Spike Lee) deixar "míseros" 52 nos aros da Big Apple - de lambuja, ainda despejou 11 assistências e 10 rebotes na vitória por 107-102. Na sexta tem o Boston por lá. Quantos pontos farão Ray Allen ou Paul Pierce, hein?

Quarta pior defesa da liga, com 106,5 pontos por jogo, é esse o preço que Mike D'Antoni faz as suas equipes pagarem. Por mais alegre e vistoso que seja o estilo de jogo que ele apregoa, fica difícil não se lamentar da pouca carga defensiva que seus elencos possuem - desde os tempos de Phoenix, evidentemente.

O que fazer então? Diminuir a rapidez no ataque, para evitar as cestas fáceis na volta, e treinar exaustivamente os movimentos defensivos pode ser um começo. E você, tem mais sugestões? Deposite na caixinha então!

10 comentários:

Anônimo disse...

Ahhh, agora que Kobe foi lá e fez 61 pontos, todo mundo vai querer tirar uma casquinha. A diferença é que eu duvido que Kobe tenha planejado bater o record do Garden, já no jogo do Cleveland ficou bem claro que o LeBrom chutou o balde e parecia querer buscar o record de Kobe. Vai ter gente dizendo que o LeBrom jogou mais, que fez triplo-double, etc. Mas deêm (é assim mesmo que escreve nas novas regras gramaticais?) uma olhada no Al Harrington na partida. 39 pontos em cima do Rei. Não estou desmerecendo o feito de LeBrom, só estou colocando um ponton de vista que precisa ser levado em consideração que é a defesa.

Heverton Elias

Gabriel disse...

Concordo contigo Heverton.
Fabio,achei pessimo o nivel tecnico do jogo.Valeu a pena ficar acordado gracas a alguns momentos,como vc mesmo disse,divertidos vindos do ataque dos Knicks.Essa brincadeira do Lebron James mostra como funciona as coisas em Cleveland.Parece que ele quer provar a cada jogada que eh mais forte,mais rapido e mais letal que qualquer outro jogador.Ver os Cavaliers jogar eh uma lastima.Todos abertos e James fazendo o que quiser.Uns poucos momentos de lucidez partem de Mo Williams.Isso nao eh time nao.Por isso que sofrem tanto quando enfrentam times como os Spurs,que constroem seu jogo justamente nesse tipo de deficiencia dos adversarios,empregando um jogo envolvente e - alguem tem que perceber neh! - coletivo!!
Posso estar louco ou ser simplesmente mau humorado,mas fui dormir com a sensacao de que vi um joguinho sem vergonha.Essa ambicao de ser o maior que o Lebron James carrega nao me conquista.

Linelson disse...

"A diferença é que eu duvido que Kobe tenha planejado bater o record do Garden"

aahahahah

PQ será que ele ficou no jogo ateh pouco menos de 2 minutos para o fim com o jogo decidido? Bateu o recorde e saiu do jogo. Coincidencia?

Anônimo disse...

ficou louco linelson?
5 pontos de vantagem é jogo ganho aonde?!
abraços, reginaldo

adriano disse...

Olha, a noite do Kobe certamente não começou com ele pensando em fazer 61 pontos, mas com certeza no último quarto se tornou um objetivo, queira ele admitir ou não. E o Cavaliers nem sempre joga desse jeito, ontem realmente essa tentativa de bater o recorde foi uma farsa. O fato de LeBron ter terminado com 11 assistências comprova que este simplesmente não é o jogo dele; ele certamente tem capacidade de fazer 50 ou mais pontos por jogo e pontuar como quiser, mas ele é melhor do que isso, tem visão de jogo, gosta de servir seus companheiros tbm. torço para que ele não tente isso de novo e deixe esse negócio de jogar sozinho pro Kobe Bryant

Anônimo disse...

Gabriel, você viu só o jogo de ontem do Cavs, então, lamentavel o comentário. Eu vi todos, sim, todos atráves do League Pass e o jogo deles não é daquele jeito, ontem foi, mas não é assim.

A pior coisa que tem no basquete, é torcedor que analisa um time por somente uma partida.

Ah, e James forçou. Agora me diga, quantos jogadores nesse mundo consegue fazer TD com mais de 50 pontos mesmo forçando ? Eu diria que nenhum. Então em vez dos Kobe fans ficarem desmerecendo, por favor né, LeBron tá junto com Jordan nos unicos a fazem mais de dois jogos com mais de 50 pontos no Madison. E outra, a 35 anos um jogador não fazia TD com mais de 50 pontos.

Gabriel disse...

Nossa!Que revolta Anonimo (e pq ta anonimo??)
Ainda bem que nao vi todos os jogos dos Cavs hein!Torturaa!Mais que 1 eu vi,diria que ao menos uns 15.
Acompanho cotidianamente NBA desde 1996 cara,entao antes de desmerecer procure conhecer.Eu nao simpatizo com o tipo de jogo desenvolvido pelos Cavs mesmo e dai?Qual o problema?
Ahhhh,e vc eh daqueles que torce pelos Cavs desde a epoca do Mark Price e Danny Ferry ou "conheceu" o time depois do "King"??
E a maioria dos jogos dos Cavaliers eh assim sim!Todos abertos esperando a decisao do seu astro.Fato.

Linelson disse...

Reginaldo: veja o play by play
Com 3:56 para o fim o Lakers estava 19 pts na frente. Kobe ficou em quadra só p/ bater o recorde, a partida estava decidida. Entao nao venham com nhenhenhe q Lebron forçou, os dois forçaram.

PS: Nao estou criticando o Kobe ter permanecido no jogo, por mim ele ficava até o final p/ aumentar o recorde. Aquela vez que Kobe fez 60 pts em 3/4 eu gostaria que ele tivesse jogado no 4/4.

Linelson disse...

http://www.nba.com/games/20090202/LALNYK/playbyplay.html#4

Anônimo disse...

Meu caro, eu tenho 47 anos e comecei a acompanhar a NBA na epoca que o bulls de Jordan acaba com o Cavs, eu pra variar, comecei a torcer pelo time que perdia, é uam mania minha em todos os esportes, torço pro time que está sofrendo no momento.

Eu te falo uma coisa, o jogo do Cavs não é esse, não mesmo. Era na temporada passada, essa não sei se você já viu, mas a equipe está com 39 vitórias e 9 derrotas, o time mudou, a mentalidade mudou. Basta ver que o LeBron vem jogando somente 35 minutos por jogo. Você analisou por uma partida, ontem o estilo do Cavs foi diferente.