quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Alto-falante

"Eu acredito que o basquete no Brasil parou no tempo, infelizmente. Desde que o Brasil ganhou o Pan de 87, fazendo na época um estilo de jogo que poderia ser considerado uma novidade, ou seja, apostando tudo no ataque e nas bolas de 3, no nosso país muitos técnicos acham que se jogar assim ainda vão continuar ganhando. A única diferença é que o basquete continuou evoluindo, e o mundo inteiro estudou quais eram as novidades em outros lugares pra fazer com que seus jogadores melhorassem".

Gostou das declarações? O autor, um atleta, você conhece aqui no blog, na segunda-feira, em entrevista exclusiva. Posso garantir que o papo ficou de excelente nível. E aí, tem ideia de quem falou isso? A caixinha é de vocês...

18 comentários:

Anônimo disse...

Iziane... Bala.

Thiago do diário do basquetebol feminino.

fábio balassiano disse...

errado, thiago.
tente outra vez...

ahahaha

abraços, amigo.
fábio balassiano

Giuliano disse...

Alex Garcia ou Splitter.

Jones disse...

Oscar schimdt rsrs,wlamir marques uhm marcel??? um desses
rrsrs

Anônimo disse...

Amaury Passos ou Wlamir Marques!

Abraço
Ricardo/Campo Grande/MS

Vitor Sergio Rodrigues disse...

Pelo teor, deve ser do Marcel. Abraço Bala.

fábio balassiano disse...

galera, bons chutes, mas todos deram bico.
todos errados.
aguardem até segunda, porque vale a pena, eu garanto.

abraços, fábio balassiano

Henrique disse...

Agra da Espn Brasil ?

fábio balassiano disse...

não, henrique.
é atleta.
o agra não falaria isso tampouco.
ele fala bem de quase todos os técnicos do país (amizade? medo?). essa relação, aliás, é completamente inacreditável no país.

tente outro, henrique!

abraços, fábio

Guilherme disse...

Rafael Araujo, o Baby

fábio balassiano disse...

não, guilherme.
mas admito que foi boa a tentativa.

abs, fábio

Dimitry disse...

Marcelinho Machado!

fábio balassiano disse...

air-ball, dimitry...

abraços, fábio balassiano

Rafael disse...

Marcelinho Huertas ?

Belotts disse...

se foi o Nézinho eu paro de assistir basquete....

fábio balassiano disse...

o rafael passou perto. eu diria, até, que pela mesma cidade...
o belotts errou feio!
tá legal o negócio aqui, hein!

abraços, fábio

Guilherme togni disse...

Ah, então foi o Guilherme Giovanoni. Só pode, de Bologna...

fábio balassiano disse...

muito bom, guilherme.
é ele mesmo, o seu xará.
aguarde na segunda-feira
abs, fábio