sábado, 28 de fevereiro de 2009

Eu juro que tentei

Cheguei em casa cansado, bem cansado, mas me animei a ver Limeira e Brasília. O Rodrigo estaria comentando, parecem dois bons times e queria traçar um olhar mais apurado sobre o time de Lula Ferreira. Não durou, sinceramente, dois minutos.

O que eu vi naquele começo foi uma pelada de dar dó. Passes no ataque? Esqueçam, isso não existe por aqui. Pressão na bola? Esqueçam, isso não existe por aqui. Jogo com os pivôs? Esqueçam, isso não existe por aqui. Jogo sem profusão de bolas de três? Esqueçam, isso não existe por aqui. Foi por isso que, apesar do amor pelo jogo, eu desisti. E acho que fiz bem.

Da academia, com o telão ligado na minha frente mas sem mirá-lo com afinco, atendi o telefonema do meu amigo Bruno Lima, que vociferou palavras pouco educadas a respeito do nível da peleja. Na boa, está cada vez mais complicado assistir a uma partida do basquete brasileiro. A qualidade técnica a que estamos sendo apresentados é terrível. Depois não podemos reclamar dos resultados internacionais. Ah, a partida seguinte, entre Flamengo e Lajeado, eu também me arrisquei, por cinco minutos, a ver. Desisti depois disso.

23 comentários:

Anônimo disse...

É... Tá mesmo difícil de ver. São poucos os jogadores tecnicamente preparados, e taticamente é aquela mesma história de sempre: parece que o basquete foi feito só para se chutar de 3. Mesmo que, como nesse jogo, o aproveitamento seja sofrível. Mas eu acho que assim mesmo, quem gosta do esporte tem que prestigiar, tem que ir na quadra, tem que ver na TV, tem que dar força. Não podemos nos comportar como se não estivéssemos no buraco, pois nós estamos. A gente já sabia que não haveria uma grande quantidade de partidas boas tecnicamente e taticamente na NBB, mas afinal esse é o nosso basquete de hoje, é o que temos. E é dele que vamos ter que tirar a evolução. E para isso ocorrer é preciso que a NBB dê certo, mesmo ruinzinha assim.
Abraços

NETTO disse...

Fabio, infelizmente devemos concordar com o fato, a verdade eh que para quem tambem acompanha a NBA, acaba exigindo muito da NBB, e convenhamos, nao da pra compararar neh, nunca vai dar pra comparar, esquecam os que pensam q um dia verao na NBB o q veem na NBA!!!

lisangelo disse...

Eu assisti o jogo do Limeira com o Brasilia e logo apos assisti na ESPN o Pistons contra o Magic.
Guardadas as proporcoes notei o seguinte: falando de modo geral, quase inexistem os arremessos de area aqui no Brasil. Ou se tenta uma jogada de garrafao, ou se vai pra linha de 3. Vi muito poucas jogadas de ala, jumps de meia distancia e lances assim.
Tudo bem que na NBA a distancia de 3 eh maior, assim muitos dos arremessos praticados aqui seriam de 2, mas a grande diferenca eh a preparacao para esse arremesso, escolher a melhor hora eh algo que nao sabemos fazer.
Em muitas oportunidades acredito que seria cabivel o jogador dar um passo a frente, encurtar a distancia e garantir os 2 pontos.
Ponto positivo foi o excelente publico presente.
Ponto negativo, foi o tecnico de Limeira dentro de quadra passando instrucoes com o jogo andando... Ai vira bagunca.

Anônimo disse...

Fábio,
Seus comentarios em nada ajuda este momento do basquete.todos sabem a miséria que este esporte passa nos últimos 25 anos.A qualidade técnica dos jogadores esta abaixo da critica, pois não existem mais profissionais na base,com rara exceção de alguns.
Se vc não tem paciência para esperar a reconstrucao de basquete,
você poderia contribuir não mais criticando o basquete brasileiro e ficar comentando somente NBA.
Se não quiser ajudar ,ok,porém vê se não atrapalha.

Anônimo disse...

Discordo completamente do Fábio.
Bala, continue fazendo sim seus comentários!

Abraços
Ricardo/MS

Anônimo disse...

Fabio,
Discorda por que?o que adianta entrarmos nesta comunidade de basquete e somente colocar o basquete nacional para baixo.o que ganhamos com isto?cheio de gente querendo ajudar a reerguer o bask nacional e vem com críticas destrutivas de anos de esquecimento.
Veja só?! NBB esta dando certo até para profissionais que estão começando no jornalismo,sem experiência alguma,sem conhecimento com o publico que está interagindo.não será por isto que iremos detonar,criticar,destruir este profissional.Sim,estou falando do Rodrigo.Ele tem muito que evoluir,pois agora passa de pedra para janela.temos que ajuda-lo,pois como a NBB ele está começando,melhor graças a está liga ele está empregado e quantos mais profissionais deveram crescer se a liga der certo.Agora e tempo de união,de trabalho,e de ajuda mútua desta e outras comunidades.

deko disse...

Fábio,
Seus comentarios em nada ajuda este momento do basquete.todos sabem a miséria que este esporte passa nos últimos 25 anos.A qualidade técnica dos jogadores esta abaixo da critica, pois não existem mais profissionais na base,com rara exceção de alguns.
Se vc não tem paciência para esperar a reconstrucao de basquete,
você poderia contribuir não mais criticando o basquete brasileiro e ficar comentando somente NBA.
Se não quiser ajudar ,ok,porém vê se não atrapalha.

28 de Fevereiro de 2009 17:45

deko disse...

Fábio,
Seus comentarios em nada ajuda este momento do basquete.todos sabem a miséria que este esporte passa nos últimos 25 anos.A qualidade técnica dos jogadores esta abaixo da critica, pois não existem mais profissionais na base,com rara exceção de alguns.
Se vc não tem paciência para esperar a reconstrucao de basquete,
você poderia contribuir não mais criticando o basquete brasileiro e ficar comentando somente NBA.
Se não quiser ajudar ,ok,porém vê se não atrapalha.

28 de Fevereiro de 2009 17:45

mauro disse...

fábio naum gostei do seu comentario agente tem q ver q esse é nosso primeira liga,é ainda vai ter muita aguá para rola até agente ter uma liga estruturada,com times muito competitivos,eu acho q na minha opinião essa liga dando certo daqui a quatro teremos uma campeonato muito melhor do q dos a argentinos e tbm outras ligas europeias!

Anônimo disse...

Eu penso que se existe erros será necessário mostrá-los...e ponto final! Esses caras aí de cima precisam pelo menos citar o nome deles...por que "anônimos"? Rapha de brasília-df

Bert disse...

Acho uma tolice sem fim esses comentários do naipe "não vamos criticar o que é nosso".

Afe!

Se tá tudo bem pra vocês em relação ao nível do campeonato ou se vocês não suportam ler críticas sobre o torneio, então fiquem acompanhando na Globo...

Certamente se sentirão mais confortáveis e ainda vão interromper essa encheção de saco aqui.

Anônimo disse...

eu acho valido as criticas e toda a discussao... só acho que as comparaçoes sao feitas de maneira errada... aposto que quando começaram as melhores ligas dos melhores paises(argentina, espanha, italia,eua) o basquete apresentado tambem nao era do nivel que eles apresentam hojee... entao querer que aqui começasse com excelentes jogos ainda por cima no inicio do campeonato seria uma utopia... gosto muito do blog mas discordo dessa sua opiniao... o que tambem é comum afinal cada um tem a sua... abraços e sucesso

Giuliano disse...

Falou e disse, Bert.
O NBB é uma inicitiva louvável. Mas o nível técnico é ridículo.
Quem não aceita isso não consegue aceitar o óbvio.

Anônimo disse...

Então não assiste....ou melhor vá ver futebol

Anônimo disse...

Ralf e Bert
Se estou como anónimo,está claro que não quero me identificar.Porém nada impede que eu coloque minha opinião e possamos debate- lá.
Bert,
Não mude o foco das coisas,estamos debatendo sobre pró atividade das pessoas que gostam do basquete.
Pensem bem:
1) A Lnb conseguiu a independecia dos clubes frente a CBB(muitos duvidaram da veracidade festa independência,não e Fabio?.A única modalidade esportiva que conseguiu no Brasil esta independecia.vcs sabiam?
2)Reagrupou um basquete dividido.
3)Conseguiu uma parceria com o maior canal de tv do Brasil, não somente financeiro como muitos pensavam,inclusive como o Sr Wlamir Marques.A parceria tem a tv aberta como vem demonstrando a única(e todas foram consultadas)emissora que acreditou no projeto.
4) Ja possui 2 patrocinadores e 3 em vista.
5)A mídia espontanea e o público nos ginásios estão maiores que o Volei em 2 meses de NBB.
6)Os valores de jogadores já estão maiores que antes do início daNBB.
Então vcs acham que as coisas não estão melhorando?
Da um tempo pró pessoal trabalhar.
Vamos ajudar e criticar construtivamente
Vcs desta comunidade e de outras podem ajudar.
Tenho certeza que as pessoas que querem o melhor para a LNB estão diariamente procurando sugestões para ajudar o Basquete do Brasil.
4)

mauro disse...

boa anonimo!
négocio é o seguinte a liga vai melhorando a cada temporada agente temos publicos melhores q do volei.eu vou só pega no pé da liga quando ela estivem com uma estrutura boa, patrocinadores q vão dá capacidade aos times de fazer um investimento bom, agente tem q ter calma isso tudo demora vc pensa a liga acb foi uma liga de alto nivel no primeiro ano!

Anônimo disse...

NOSSOS PIVOTS NAO SABEM ATIRAR DE MEIA DISTÂNCIA, ISSO É COMPLICADO. NOSSOS ALAS NAO INFILTRAM NUNCA NA VIDA E NOSSOS ARMADORES NAO TEM PASSE. FICA COMPLICADO. NEM PRECISA COMPARAR COM A NBA. PODEMOS COMPARAR COM OS TIMES ARGENTINOS E A GENTE JA VE QUE A COISA TÁ FEIA...

NILTON SILVA

stojacovic disse...

Bala, realmente está ruim o nível técnico dos jogos... só não ver quem não quer...Nem os times favoritos ao título estão conseguindo mostrar um basquete consistente.

A NBA começou forte no que diz respeito a nível técnico... doce ilusão achar que não foi diferente... é só pegar os nomes de algumas lendas que "fundaram" a liga.

A Liga espanhola tbm é só pegar os jogadores que lá atuam, não dá para achar que começou com nível técnico ruim como a NBB está apresentando.

Fico na torcida pq a NBB têm tudo para dar certo, porém, foge a sua alçada promover jogos de alto nível... Até pq se a liga tiver uma grande estrutura e os jogadores forem os mesmo, não importa o tempo pq a liga continuará com jogos fracos tecnicamente.

Para ser bom, metade dessa geração teria que se aposentar e a garotada da seleção brasileira sub-21 e sub-19 ser bem trabalhada, pois aí sim daqui a 4 anos o nível técnico será alto.

Só quando houver uma renovação de fato, poderemos ter a esperança de um nível técnico muito alto.

O problema é que alguns de nós liga a má formação da base (sem generalizar)com o nome NBB.

A Liga tem tudo para dar certo no quesito estrutura e organização... agora nível técnico de jogadores é responsabilidade dos clubes (técnicos da base).

E isso não é denegrir a Liga e sim não tapar o sol com a peneira como vem sendo feito nos últimos anos.

Osama_Lakers disse...

Acho que ninguém espera (mas sonhamos) ver no basquete brasileiro o que se vê na NBA - mas se quer ver jogos com consistência, respeito aos fundamentos, esportividade e seriedade. E isso às vezes está faltando - e não é com ufanismos patrióticos e/ou abafamento de criticas que se resolverão os problemas do basquete brasileiro. Além do mais, o Bala tem todo o direito a ter sua opinião e externá-la (aliás, o blog é dele). PS.: mandar os críticos assistirem futebol é de muito mau gosto e de educação discutível...

Bert disse...

Anônimo,

Concordo com você que há uma série de conquistas extra-quadra. Apenas ter a liga de pé já é uma grande conquista.

Agora criticar o baixo nível nas quadras é um direito de qualquer um, e não é uma ameaça ou agressão a essas conquistas que você cita.

Pelo seu discurso, devemos ficar aplaudindo os próximos 10 anos até que se faça a luz.

Anônimo disse...

deixa para lá,
Que se joguem as pedras,........
Rolling stones!!!!!
To fora........
Vcs venceram.
Ah! Vou ver o jogo do Santos e Sao Paulo.
Aqui e o país do futebol mesmo!!!
Até um dia

Henrique disse...

O nível técnico é baixo.


Sem falar nos mil e quinhetos chutes de tres por partida ...


E tem gente que quer que aplauda isso ai ....

tá de sacanagem ...

Anônimo disse...

Fábio,
Seus comentarios em nada ajuda este momento do basquete.todos sabem a miséria que este esporte passa nos últimos 25 anos.A qualidade técnica dos jogadores esta abaixo da critica, pois não existem mais profissionais na base,com rara exceção de alguns.
Se vc não tem paciência para esperar a reconstrucao de basquete,
você poderia contribuir não mais criticando o basquete brasileiro e ficar comentando somente NBA.
Se não quiser ajudar ,ok,porém vê se não atrapalha.


______________________


Esse é o tipo de comentário de quem fez o basquetebol virar um merda nos ultimos 25 anos e agora não sabe como reerguer ...


Não adianta ...

Tomamos nabo de todo mundo que tem basquetebol descente por ai ..

Pela arrogância descabida de certas pessoas.

E acho que o Fábio tem razão.

Tem que criticar quando precisa e elogiar quando for necessário.


O nível técnico é uma piada.

Eu vejo NCAA, NBA, Euroliga, ACB e esporadicamente jogos de outros torneios quando tenho tempo e paciencia.

Em todos o Brasil ainda está atrás.

Nem adianta vir com o comentário de que os times daqui vencem a Liga das Américas, Sulamericano de clubes.

Como se fosse burro de achar que disputamos contra TIMAÇOS do primeiro escalão do basquetebol mundial.

Uma pena ... além de matarem o basquetebol do país ainda querem censurar a imprensa ?!?!?!

Que blz ....



Ahn, irei postar anonimo como o cidadão que falou isso pro Fábio, para ver como é otimo postar assim e não dar cara à tapa e ser homem de verdade.