domingo, 8 de fevereiro de 2009

Breves notas

-- O repórter Adalberto Leister Filho, da Folha de S. Paulo, colocou em seu blog entrevistas feitas em 1999 com os campeões do mundo de basquete em 1959. Vale a leitura. É só clicar aqui.

-- A NBA decidiu retirar um dos rebotes de LeBron James na partida contra o Knicks, nesta semana - foi, sim, de Ben Wallace. Com isso, o ala não chegou ao triplo-duplo com mais de 50 pontos, marca ainda inédita na liga após 34 anos. É o que sempre digo: este tal de LeBron é puro marketing... Calma, galera, é brincadeira! Calma!


-- O Sacramento, uma draga danada nesta temporada, decidiu aposentar a camisa de Chris Webber (foto) na noite de ontem (a de número 4, lembram?). C-Webb nunca foi dos meus favoritos, mas merece a homenagem.

- O clássico entre Lakers e Celtics na quinta-feira trouxe para a TNT a audiência de 2.7 pontos e 4.3 milhões de telespectadores. Para a emissora, os números são os maiores desde a partida entre o mesmo Lakers e o Chicago (o duelo entre Jordan e Magic era o mote), em 1996. De acordo com o Nielsen, o Ibope americano, a rede registra uma subida de 23% no índices de transmissão de basquete em relação ao campeonato passado. Legal, não?

Um comentário:

Gabriel disse...

Chris Webber,penso eu,foi um jogador que representou com exatidao as etapas na carreira de um jogador da NBA.Seu inicio foi explosivo,era um jogador feroz.Demorou a encontrar seu melhor jogo.
Seu auge foi breve,mas intenso.Tecnico e centrado,foi,durante 2 temporadas,o melhor ala de forca da liga.
Tinha um Lakers no caminho e nao chegou ao titulo.Entao sua derrocada foi vertiginosa.
Adora ver Webber em quadra.
Bela lembranca.