domingo, 28 de junho de 2009

Flamengo é o campeão!

Não dá para dizer que o título do Flamengo não é legítimo. Foi o time que liderou o NBB na fase regular, é o elenco que conta com melhores arremessadores de três pontos do país (e se o jogo que conta aqui é baseado nos tiros longos, é assim que se ganha, ora bolas!) e que ainda possui essa torcida alucinante nas horas decisivas. Foram mais de 15 mil pessoas no ginásio neste domingo. Parabéns, também, a Brasília, que lutou até o final. Dito isso, vamos ao que interessa.

Chega de ficar falando sempre em nervosismo para dourar a pílula de uma qualidade técnica sofrível. Independente de ser final, torneio início ou fase regular, estamos vendo jogos sempre da mesma maneira. Hoje não foi diferente: 46 tiros de três pontos (12 conversões apenas), 31 erros (24 de Brasília, hein!), zero de bagagem tática, 48 faltas (duas expulsões - Baby e Cipriano), uma violência bizarra na quadra e atletas que insistem em tumultar o que já é para lá de tumultuado.

A atuação de Marcelinho, hoje, só reflete aquilo que ele sempre foi e será: um jogador extremamente talentoso (27 pontos), desequilibrado mentalmente (quantas simulações e uma marra incrível!) e sem noção alguma da realidade do basquete mundial (2-9 dos três). Podem dizer que estou sendo estúpido de criticá-lo em uma hora dessas, mas sei que tem sempre uma Copa América ou um Pré-Olímpico para validar este argumento. O mesmo raciocínio vale para Duda, o queridinho da galera: 2-8 dos três pontos, uma discussão com o não menos "doidinho" Diego e muitas mãos para o alto pedindo o apoio do público.

A LNB está de parabéns. A organização foi boa (com exceção do problema dos uniformes escuros), a imprensa cobriu o basquete como há muito não fazia e os ginásios ficaram cheios. Mas é dentro de quadra que o espetáculo precisa melhorar. E aí o trabalho é mais duro, muito mais duro. Enquanto essa mentalidade de falta de educação, podridão tática e ausência total de fundamentos persistir, times não mais do que regulares (educação, educação) serão campeões e jogadores não mais do que médios (educação, educação) serão considerados craques que nunca serão.

36 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Final ruim mesmo...
A começar pela confusão das cores do uniforme e das briguinhas dos jogadores.

Anônimo disse...

Claro, sem esquecer do Duda, o bobo da corte da torcida...

Edu Burmann disse...

So assisti o ultimo quarto pela Rede Globo e foi um show de erros e precipitacoes. Mas achei bem legal ver um ginasio lotado, mais legal ainda ver isso na TV aberta.
Os comentarios do Alberto Bial sao ridiculos, enaltecendo lances sem o menor padrao tatico!

Anônimo disse...

O choro é livre arco iris.Mengão hexa campeão brasileiro.Chupa paulistada

Anônimo disse...

BALA,

vc sabe por que autorizaram que as equipes jogassem com uniformes escuros......mesmo estando na regra que não pode??

Ficou horrível!!!

Gostaria de sua opinião.

Dequalquer forma.....PARABÉNS Flamengo

Jones disse...

A final foi ruim, por causa das expulsões!!!
e tambem acho que foi muito mais força fisica do e desculpe o termo, mas porrada do que inteligente e qualidade.
Mas o flamengo foi superior e mereceu o título

Guilherme disse...

Que pelada! Sugiro que na próxima temporada a LNB retire a linha de três e não valide os ataques com menos de três toques...

Carlos Montaña disse...

Péssimo jogo!
N deu para identificar os atletas, talvez seja esse um dos motivos para tanto erro.
Mts deveriam voltar à escolinha.

Enhorabuena!

jdinis disse...

Não sou torcedor do Flamengo, mas a única coisa boa nessa final foi a presença e participação da torcida.

Mesmo quando os jogadores esqueciam o basquete e partiam para o destempero e pancadaria a torcida sim fez a sua parte (apenas torceram, não se viu invasão de quadra, objetos arremesados, etc). Pelo menos foi o que vi na TV.

No mais foi TUDO muito ruim.

Sds.

fábio balassiano disse...

anônimo, não sei
erro da organização
abs, fábio

Anônimo disse...

Flamenguista = Pardal

tem em todo lugar, mas não serve pra nada

Pedro II - Petropolis disse...

Alberto Bial baita puxa-saco dos "Machados". Chega a dar nojo.

jdinis disse...

É isso aí! Só faltou falar da arbitragem, que também foi péssima. Conforme já falei, só se salvou a torcida.

Ainda bem que o Moncho estava lá para ver o que vai "encarar" e avaliar melhor jogadores como Marcelinho e Duda. E ainda bem que o Esporte Espetacular não transmitiu a partida inteira (poupou vários lares de ver algumas aberrações em um esporte que deveria ser de alto nível).

P.S.: a gente "mete o pau" no feminino mas, pelo menos, não tem pancadaria.

Sds.

fábio balassiano disse...

jdinis,lembra que prometi não falar mais de arbitragem?
me contive...
mas no post abaixo tem um "elogio" aos caras...

abs, fábio

Christian disse...

Engraçado falar do Marcelinho e o do Duda, mas nada do Alex que arrumou 3 confusões em quadra e só a frouxidão da arbitragem para não dar falta técnica em nenhum dos lances. Achar que o jogo seria diferente do que foi o campeonato inteiro seria dificil. No mais o Flamengo levou melhor pelo fator campo, por sempre esta na frente do placar e por ter pendurado os jogadores altos do Brasília, obrigando eles a jogarém com jogador improvisado como Ala de Força o que facilitou rebote ofensivo do Flamengo grande arma no último quarto.
Sofrivel o aproveitamento nos lances livres não sei se o Colonezzi acertou um...

Osama_Lakers disse...

Realmente a cor dos uniformes ficou muuuuito ruim - quase impossível de se distinguir uma equipe da outra. Também não consegui assistir muito, mas não posso disfarçar a alegria em ver aquele imenso ginásio lotadíssimo - alô patrocinadores, jornais e redes de televisão: existem outros esportes além de futebol, viram? É só dar (algum) espaço e tem gente que quer ver, é só tentar! O esporte brasileiro agradece!
1 abraço,

camorais disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
camorais disse...

O nível é fraco, td mundo critica, mas a paulistada não consegue montar um time decente pra bater o Flamengo, Brasília, Minas e Joinville. Parace recalque transvestido de "análise". Exigem q o basquete, até então abandonado, alcancem um nível alto em tão pouco tempo de reorganização. Não acho q tudo será perfeito, mas pelo que mostrou esse ano, a NBB merece um crédito de confiança.

Anônimo disse...

Esses cariocas são uns recalcados mesmo! Venceu a melhor equipe , que se exploda se é do Rio , Brasilia , etc .Por isso que o basquete tupiniquim esta nessa penúria!!!

Anônimo disse...

Se alguma equipe paulista tivesse uma verba de 3 milhoes anuais,seria bem mais facil.
O basquete no Brasil sempre sera da equipe com maior poder monetario.

Anônimo disse...

è que os Paulistas constuamam PAGAR e RESPEITAR(como a camiseta dos jogadores) seua jogadores.

camorais disse...

E a paulistada não pára de chorar.

Anônimo disse...

Me poupem desse bairrismo ridículo!!! Não é hora para essas bobagens de paulistas x cariocas. Quanto ao jogo, foi uma lástima tática e uma lástima técnica, difícil de assistir. Nem emocionante foi, porque para mim pancadaria não é emoção, e uma boa parte dessa pancadaria deve-se creditar à arbitragem sofrível. A presença do público foi legal, mas não é bom atribuir isso a uma suposta redenção do basquete, ou a um reencontro com o público. É bom lembrar que um dos times era o Flamengo, que tem uma torcida alucinada e que é capaz de ir torcer para o time num campeonato de bocha, ou de par ou ímpar. Se a final fosse, por exemplo Joinville e Brasília, será que teríamos 16.000 pessoas? No entanto nada disso tira os méritos da LNB, a única coisa que se salvou. Parabéns ao Kouros que soube conduzir brilhantemente esse primeiro ano de NBB, o que não deve ter sido nada fácil. E isso não é pouca coisa.

camorais disse...

As pessoas falam da presença da torcida do Flamengo nos jogos como se não fosse para ela estar ali, sendo um crime absurdo a sua presença.

Glauco disse...

O jogo em si, como todos os outros durante essa temporada, foi ruim, os jogos da final foram marcados por brigas entre os jogadores, os árbitros tentando arrumar o jogo distribuindo faltas técnicas e nem preciso falar do nível técnico e tático. A organização da LNB foi boa para um primeiro ano, mas tem que melhorar. Os times, comecem a treinar desde já, mas não aquelas jogadas ensaiadas ridículas que não resultam em nada, treinem para montar times inteligentes. O mais lindo de tudo isso foi ver gente assistindo aos jogos nas quadras, nisso a gente vê que ainda há interesse das pessoas pelo basquete.

Carlos Montaña disse...

Galuco, o sr falou de trabalho em equipe, eu tava me referindo a fundamento individual.
A maioria ai tem q voltar pra escolinha.
Mtos erros básico e aquela loucura de correr e arremessar, só os Machados arremessaram 4 de 17!
Na época que trabalhei com o Flor Melendez começavamos os treinos sempre com fundamento.
Para refletir...

Enhorabuena!

Anônimo disse...

Camorais, a torcida do Flamengo tinha que estar ali, ninguém disse que não. Mas exatamente por essa excepcionalidade que ela tem, podemos estar comemorando erroneamente o reencontro do público com o basquete. Esse público pode ser mais do Flamengo que do basquete. Não há nada de errado nisso, pelo contrário, pois o Flamengo levou 16000 pessoas ao ginásio para assistir basquete. Se fosse uma final Flamengo e Corinthians, precisaríamos de um ginásio de 32000 pessoas. Mas e se fosse Minas e Joinville? A batalha real é fazer com que clubes como esses mobilizem grandes torcidas.

Anônimo disse...

É difícil assistir a um jogo em que um jogador profissional bate 6 lances livres seguidos e erra os 6.
Tem que voltar pra escolinha!

Anônimo disse...

Do senhor Alex vc num fala né????

Chora paulistada...

Mengão campeão!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Carioca num é mole não.
A Paulistada não tá chorando por que o Flamengo ganhou.
A gente chora de pena de ver um time ser montado com um monte de "estrelas", mas é igual ao futebol: ninguem paga ninguem.
Será que os campeões vão receber os salarios atrasados???
Vergonha total...esse é o reflexo da cariocada em todos os segmentos esportivos...vide ginastica olimpica, futebol, basquete, bolinha de gude e outros mais.
Enquanto isso, os cariocas de plantão continuam com esse discursinho imbecil de bairrismo.
Pobre esporte nacional, enquanto as ordens e desordens continuarem saindo da cidade maravilhosa.

Anônimo disse...

Pela reação da cariocada...
Dá pra imaginar o prejuízo emocional que é para eles cada vez que um paulista ganha alguma coisa... hehehehehe
Se quando raramente vencem, fazem esse escarcéu, é pq o choro é grande quando os outros vencem...
Acho que os cariocas só poderiam se gabar se no time do Flamengo só tivesse neguin nascido no Rio.

Anônimo disse...

Bruno

Bala,quem com atenção assisti aos jogos das equipes masculinas,vai observar claramente que todas as movimentaçòes de ataque são para o arremesso de fora,os jogadores 5 apenas se movimentam para faze corta-luz, e se por um acaso sobrar ele recebe.Portanto criticar o jogador por isso esta errado,o maior culpados são os técnicos que buscam este tipo de trabalho tético(arremesso de fora)
Olha vou agora na contra mão,sabe o que mudou em relação aos campeonatos da CBB? A presença da Globo como patrocinadora,parceira,sem bem não o que,porque com isto ela frequentemente dava noticias,flash de jogos,porque de resto,tivemos jogos adiados,os arbitros foram os mesmos,os tais jogos casados idem,a bola é a mesma, a Sport tv idem,o que mudou saiu o GRego entrou o Kouros,que não deixa de ser uma novidade,saiu o Fontana entrou o Affine,saiu o Manteiga entrou o Lula(fez a tabela)os times os mesmos,jogador repatriado só Baby,portanto vamos ser menos parciais e analisarmos com isenção,mas foi uma bela festa.

Bernardo Serrado disse...

Bala, eu fui ao jogo ontem e pude comprovar essa total falta de educação das duas equipes. Os caras só queriam brigar, depois sim, resolveram jogar um pouco, felizmente para nós torcedores que tivemos um 3º e 4º quartos com um nível um pouco melhor. Mas para um começo de Liga estão todos de parabéns...

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.