terça-feira, 26 de outubro de 2010

A melhor escola da NBA

Não tenho muita dúvida: Tiago Splitter entrou na NBA na melhor escola possível. Com um técnico excepcional (e que lida bem com estrangeiros), com um jogador que já está lhe ajudando muito na adaptação à cidade (Manu Ginóbili), com um baita professor dentro de quadra (Tim Duncan) e com um elenco excelente, o brasileiro terá menos problemas do que a maioria dos que chegam à liga. Além disso, a tabela no começo ajuda (dos dez primeiros jogos, pedreiras apenas contra o Oklahoma, Chicago e Phoenix)

No entanto, nem tudo serão flores para Tiago Splitter. O elenco do San Antonio não é tão novo assim, Tim Duncan está em declínio e o DeJuan Blair, pivô com quem Splitter disputará minutos, é um dínamo que está prestes a explodir.

Meu palpite: Na balança, acho que Tiago Splitter se sairá bem na NBA, mas há que se ter cuidado. Em primeiro momento, é melhor analisá-lo em relação às adaptações ao jogo físico do garrafão e às novas regras do que em relação aos números. Não espero, sinceramente, uma profusão de duplos-duplos, nem números impressionantes, mas creio que Tiago termina a temporada da NBA muito mais valorizado e como titular dos Spurs.

E você, o que acha que acontece com Splitter em sua estreia na NBA?

10 comentários:

Anônimo disse...

acho que ele vai ter medias de 14 pontos e mais de 10 rebotes por jogo!

aposto!

Lucas disse...

Estando saudável ele tem tudo pra ser calouro do ano.
Acho q deixa DeJuan no banco antes da décima rodada. Tiago já não é mais menino é um pivô experiente q joga muita bola. O melhor pivô da Europa não pode ficar assim tão longe dos melhores da NBA. A diferença existe mas diminui a cada ano, além disso a NBA sofre há alguns anos com a falta de grandes pivôs.
Por isso meu voto pra calouro do ano é de Splitter!

Anônimo disse...

um dinamo que esta prestes a explodir, pra bem ou pra mal?

vc disse que o time nao e novo e que o Blair este a ponto de explodir. nao estou criticando, mas nao seria dois extremos entao?

fábio balassiano disse...

pro bom sentido

abs, fábio

Thiago Escobar disse...

Acho que no final da temporada ele vai estar bem adaptado, mas nunca se sabe, uns demoram mais que outros...como sou otimista acho que ele terá médias de 12 pontos e 5 rebotes

Fernando disse...

Bala eu olhei os dados do Dejuan Blair no site da NBA, e pelo que consta ele tem 2,03m!!!!Ele é um bom jogador, mas será que ele vai brigar pela posição 5 de titular com o Thiago com essa altura????

fábio balassiano disse...

fernando, o blair é baixo, mas é "5" mesmo.

brigará com o splitter

fábio

Anônimo disse...

Sinceramente, acho dificil o Tiago chegar a um Tim Duncan, ele não tem arremesso bom de media distancia. Ele vai continuar sendo um bom reserva, e nada mais. Pra mim ele ja evoluiu o que tinha de evoluir. Até torço por ele, mas a assim como Nenê e varejão, são pivos regulares e nada excepcionais. Essa é a realidade!

Diogo Aquino disse...

Apesar de achar que o nosso melhor talento na NBA seja o Nene, acho que o Splinter será o nosso jogador mais bem sucedido.

òbivio que tamanho sucesso não virá em sua 1ª temporada, mas acho que ele realmente ja terminará esta temporada como titular.

PS: A carreira do Nenê merece uma análise mais profunda, para sabermos o que impediu que até o momento nosso maior astro não tenha se tornado um all star, será que foram só as contusões? Será que essa fama de amarelão realmente tomou conta dos fãs dos Nuguetts? Ele realmente não tem basquete pra tanto? Sinceramente são muitas perguntas e poucas respostas. O que a galera e o Bala acham disso?

Anônimo disse...

Nenê, allstar? Olha eu acho gozado, so por que o cara joga na NBA vai ser allstar. Ta cheio de jogador que não evolui em Nada, o exemplo classico é o Baby do flamengo que tentou e muito melhorar , mas não conseguiu. A minha teoria que o cara ja nasce craque, veja o caso emblemático de Kevin Duran, ele tem apenas 21 anos de idade, e é o suprassumo do basquete, o mesmo aconteceu come leebron and kobi bryant.