sábado, 23 de outubro de 2010

Contra a maré

De todo este imbróglio envolvendo Janeth, o que mais me chocou foram as reações de blogs e fóruns espalhados pela internet. Pessoas que, na falta de um Código de Ética da CBB (que deveria existir), perdoam o imperdoável.

Quer dizer então que, caso não houvesse uma lei, seria liberado jogar papel na rua, por exemplo? Creio que há uma deturpação muito grande nos valores morais e éticos da sociedade de um modo geral (e provavelmente as eleições atuais exemplifiquem muito bem isso tudo), e no esporte o basquete talvez explique isso como nenhuma outra modalidade. Para as pessoas que mencionei acima, já que não é ilegal, não importa se é imoral ou anti-ético.

E é aí que me assusto e pergunto se não é hora de parar com isso, se não é hora de desistir de algo que tomou proporções maiores do que deveria (para mim) e que me gera muito mais dor do que momentos felizes. Ganhar ou perder não é a questão. Fazer certo, com ética, com decência, é. E o basquete acaba afastando as pessoas de bem.

É chato demais ser sempre apontado como o "ranzinza que quer ver tudo uma porcaria" (como se eu realmente quisesse). É chato demais remar dia após dia contra essa maré de pensamentos deturpados que inundam o nosso esporte. Talvez seja a hora de repensar as coisas.

34 comentários:

Anônimo disse...

Bala,

Meus parabéns por seu post!
Assim como você, reconheço também a falta dos valores morais de nossa sociedade.
Queremos nos orgulhar por nossa educação, respeito a nossos semelhantes, dignidade e honestidade.
Na véspera de uma eleição que deveria mudar nossos valores temos Maluf, Dilma, Tiririca, Serra, Janeth, Hortência e tantos outros sendo escolhidos nossos representantes. De uma forma ou de outra.... não queria nenhum deles, queria apenas que acabasse a corrupção neste país....Mas infelizmente, a lei do Gerson está vencendo o jogo....
O Brasil é muito maior do que tudo isso que estamos acompanhando....

Gustavo disse...

Desculpa Bala mais não aguento mais preciso desabafar...

Seu Blog virou uma pegação de pé sem fim com a CBB!!!! Qlq coisa q aconteçe com a entidade vc passa uma semana reclamando e fazendo 500 posts sobre o msm assunto!

Acho q vc pegou odio pela CBB, não q ela não mereça criticas, claro q mereci, mas vc ta exagerando, falo isso como fã do seu trabalho e do blog, tem uma semana q vc so fala desse assunto da janeth chega já foi, toca o barco, a NBA ta chegando, e como diria a saudosa senadora da minha terra Marta Suplicy, relaxa e goza! hauahauahau

Desencana da CBB um poko cara, isso deve ta te fazendo até mal! Parabens pelo blog, e desculpa qlq coisa.

fábio balassiano disse...

é isso aí, gustavo.
vamos nos acostumar com tudo isso, vamos permanecer assim, vamos nos curtar a isso tudo.
vamos continuar assim!

abs e durma bem
fábio
p.s. ódio é um sentimento que não faz parte do meu vocabulário.
p.s.2- acho que você não entendeu o propósito do texto. falei mais da bandalheira no basquete do que do episódio da janeth. tenta ler de novo

abs

Basquete Brasil disse...

Prezado Fabio, não abra mão de sua ranzinzice, como não abro mão da minha. Outros tem de repensar suas posições, não nós.Ética é algo muito sério, sabemos nós e alguns poucos nesse meio, valendo sempre preservar e lutar por ela. Desculpe a intromissão, mas com mais do dobro da sua idade aqui cheguei éticamente, sem arrependimentos e grandes culpas, jamais omissões. Vejo em você força e determinação. Continue assim, e que mudem os outros, os antiéticos, e os piores, os aéticos. Um abraço, Paulo Murilo.

Anônimo disse...

Melhor post do seu blog. Parabéns! Mto legal ver que tem alguem que ainda se indigna com tdo isso aí.
Hj em dia são poucos assim - vc, o Bert e o Paulo Murilo. O resto se conforma. Infelizmente.

Hélio

fábio balassiano disse...

Valeu, professor Paulo Murilo. Tenho certeza que a ética de que você fala, e apregoa, ainda tem vez.

Obrigado pelo apoio, fabio

raul disse...

Grande bala, com certeza como vc falou o basquete essa bandalheira no basquete é apenas um reflexo da nossa sociedade, onde o certo é errado e o errado é certo.
não é fácil encarar isso, muitas vezes desanimador.Mas não é vc e nem as demais pessoas decentes, que sabem o que significa a palavra ética que devem repensar.Toda vez que um de nós que realmente se importa com o esporte desiste de seus ideais o basquete brasileiro morre mais um pouco.Nesses momentos temos que ter o pensamento do Zagallo "vão ter que me engolir", até que os algozes desse esporte maravilhoso que amamos, vejam que não podem nos expulsar nem nos calar e sejam retirados ou desistam de continuar.Temos que ser mais teimosos do que eles.
Abraços Raul!!

Anônimo disse...

É, o ditado que diz:faça o que eu
mando e não faça o que eu faço,é
o preferido da Janete e da Hortencia.Com elas no poder,tudo
sempre vai ser assim.Sem ética,sem
moral efim,sem respeito. Respeito
pelas pessoas e pela opinião publica.Para elas o que vale é o
que pensam.Cansaram de fazer bobagens no mundial:na convocação,esperar a Fernanda 20
dias contundida,deixar jogadoras
melhores fora e ainda trazer um
técnico inconpetente.Porque temos
que ficar aturando todas essas
maluquices? Ah, ja sei é porque
elas foram idolos.Idolo tem que
ter comportamento exemplar para
exercer cargos como esses.Sem
moral e sem ética fica dificil.

Diogo Aquino disse...

Só pra Ética, moral, e até o espirito de esportividade tem sido coisa rara nos dias atuias, não é atoa que notícias como as da Janeth (de quem sempre fui fã, e me descepcionou muitooooooo), estão cada dia mais frequentes, basta olha pra imensa quantidade de notícias de dopping que tem acontecido no Brasil recentemente, ou o ultimo escandalo da seleção brasileira de volley, que entregou um jogo para escolher adversário. Não sei se você viu as entrevistas dos jogadores, mas em sintese, praticamente todos eles dão a entender, que se o regulamento era injusto e feito para dificultar o caminho deles, eles passaram a se sentir no direito de se rebaixar ao nível das outras equipes e esquecer o que siginifica esportividade e pensar unicamente em ser competitivo, a qualquer preço, a ponto de entregarem uma partida. Naquele dia dei graças a Deus por não sermos os atuais cameões olimpicos.

O que quero dizer com tudo isso é que se nem na CBV, que sempre é tida como um modelo p/ nós e outras modalidades esportivas, a moralidade, ética e espirito esportivo se colocam como pilares. Nem em um grupo onde trabalham um dos maiores tecnicos de esportes coletivos da história (bernardinho), e um dos maiores idolos da história de seus esporte (Giba), nem lá o espirito esportivo é o mais importante.

Tudo isso definitivamente me assusta.

Diego Haendel disse...

muito bom. concordo com vc.

mas fica a pergunta, se as pessoas nao tem Deus como alvo moral, qual seria o padrão a ser perseguido? quem dita o que é certo ou errado?

Anônimo disse...

Essa estória de perdoar em "fóruns da Internet" pela falta de um Código de Ética Bala tem explicação, que é tão imoral quanto o fato em si!!!
Se pelo fato de uma pessoa influente em um grande fórum desses tem um filho trabalhando dentro da CBB por exemplo, vc esperava o que?
Obviamente vai "contaminar" o tal Fórum sempre defendendo a entidade, mesmo contra algo que é indefensável...
Não se canse rapaz, porque essas coisas tortas que estão fazendo dentro da CBB não podem prevalecer sobre o que é correto.
Isso no esporte nunca funciona, porque decididamente bandalheira não combina com excelência e os resultados provarão...
As incoerências nas explicações de maus resultados já começaram cedo! Quando foram conquistadas as duas Copas Américas em 2009 a gestão nova se "apoderou dos resultados" dizendo que já era fruto das mudanças de gestão. 1 ano depois, após o fracasso nos mundiais eles argumentaram que é por causa da "herança de anos de má gestão"
Ué, fiquei louco ou é isso mesmo que falaram???? A primeira conquista é minha, já o fiasco que foi 1 ano DEPOIS disso é herança... Será que alguém engole o discurso????

Anônimo disse...

Pensa mesmo e para de falar besteira. Sera que voce vai apagar esse post tambem??
Paulo

Anônimo disse...

Parabéns Bala, saiba que tu não estas pregando no deserto. Muita gente de bem se expressa por meio deste blog. Lembre-se que estamos a poucos dias de uma eleição presidencial, e a grande mídia é pautada por motivos outros, nem sempre engrandece dores.
Deve ter notado um aumento no número de acessos ao seu blog, e isso é mérito seu, pois tu chamas a atenção para o óbvio ululante, e então indignados e indignadores vem a ti.
Parece papo de pregador, mas é assim que a coisa funciona: se o trabalho tem fundamento e é feito com honestidade, ele dá resultado!
O preço que se paga por isso?
Esse mesmo que vc está sentindo na pele, o desgaste de ser minado com a realidade de que as coisas mudam devagar, as vezes demoram demais. Saiba que muitos já travaram lutas muito mais duras, e o que vale mesmo ao final, é saber que tinha uma bandeira a defender, como tu mesmo disseste "Ganhar ou perder não é a questão. Fazer certo, com ética, com decência, é".
Procure o encanto do seu trabalho, ele está na sua frente.
Rafael

Anônimo disse...

Bala, parabéns pelo seu trabalho,e continue sim debatendo os assuntos que te incomodam, isso é sinal que vc tem carater e educação, valores estes que a cada dia estão virando raridade no nosso país.Mas o BRASIL e o ESPORTE BRASILEIRO são maiores que tudo isso,do que essas pessoas.Um dia com certeza chegaremos lá e vc terá feito a sua parte,como aquele trabalhador que se ferra trabalhando 10 horas por dia e contribui com 11% do seu baixo salário para impostos, dinheiro esse que vai indiretamente para o bolso de pessoas como essas da CBB. Então quando vc desanimar, pense nesses trabalhadores, e continue sim denunciando E FAZENDO A SUA PARTE.Por exemplo eu estudo e trabalho com basquete fora do país a 6 anos e NUNCA tive uma oportunidade nem como técnica visitante ou convidada para os treinos das categorias de base do basquete brasileiro,nessa gestão entao da Hortencia NUNCA nem responderam meus emails de solicitação, sempre quis voltar ao meu país e colaborar com o q aprendi na europa e no leste europeu, mas perco espaço para pessoas como a Janeth que NUNCA sentou num banco de faculdade na vida,NUNCA estudou desenvolvimento infantil na vida, e já é dona absoluta de um cargo no qual, quem estudou 6 anos,e atua + 6 nem sequer foi testado, assim como tambem deve passar c muitos outros colegas aí no Brasil,como vc acha que me sinto?Mas continuo acreditando no Brasil, porque sou brasileira e nao desisto nunca,por isso falo a vc,siga em frente, o caminho é longo e dificil mas é possivel.

Um abraço Liana.

Anônimo disse...

Ola Bala aqui é o MArlos.
Minha opinião é que é muita cara de pau mesmo não enxergar problema numa situação dessa. Como diz um antigo programa de humor: "é muita falta de absurdo". Aqui no Brasil infelizmente reina a famosa Lei de Gerson (tirar vantagem em tudo). O conflito de interesse é transparente aos olhos de qualquer pessoa, mas mesmo assim se tenta buscar relativismos para tornar uma situação flagrantemente imoral e anti-ética em algo comum ou aceitavel. É triste mas essa Janeth só pode esta de brincadeira. E o pior é ver a atitude da CBB sobre o caso. É de partir o coração.
Bala estou com vc, é imoral e anti-ética a atitude da Janeth e não há argumentação plausível para dizer do contrário.

Anônimo disse...

Muita gente está defendendo o seguinte pensamento:

"A Damiris é boa jogadora, então não importa quem seja seu agente, ela merece estar na seleção."

Lembro que quando a Nayara foi cortada em 2009 para dar lugar a Damiris, recebendo a noitícia enquanto fazia as malas para o Mundial Juvenil , muitas pessoas também defenderam o pensamento: "
mas a Damiris é melhor que a Nayara e se agora que a Damiris foi liberada, devemos levar a melhor".

Mesma coisa no caso Iziane: "Ela é nossa melhor jogadora, então temos que levá-la"

Eu entendo como o eterno "os fins justificam os meios", se fulana ou sicrana são boa atletas podemos passar por cima de tudo e de todos para tê-las em quadra, passar por cima inclusive da camisa da seleção brasileira, da ética, da civilidade, do espírito coletivo, do respeito profissional e humano em relação às outras atletas, da justiça, coerência e de tantos outros valores que estão sendo deixados de lado na atual gestão da CBB.

Infelizmente as protagonistas desses episódios são duas ex-atletas que sempre transmitiram valores completamente diferentes enquanto atuavam em quadra.

Dupla decepção, os interesses pessoais e financeiros estão acima de tudo, inclusive dos valores do esporte e até mesmo do legado histórico de Janeth e Hortência, que está sendo diminuido, para não dizer destruido por elas mesmas a cada dia, a cada notícia.


Marco Antônio

Anônimo disse...

Bala, continue sim, pois essa é a única maneira de nos expressarmos, mesmo que os resultados tardem a acontecer, pelo menos estamos falando de basquete, e querendo que as coisas voltem a funcionar.
Parabéns pelo blog.

Anônimo disse...

CESAR AUGUSTO

Bala parabéns,e continue nesta linha,não podemos nos acomodar e fzer de conta que esta tudo bem quando não esta.
Ética e Moral não precisam estar escrito em Código algum,são usos costumes que nos dão o sentido do comportamento ético e moral,são os valores mínimos que norteam uma vida em sociedade,e se precisarmos de um código de ética para disciplinarmos nossas atitutes,quantos códigos precisariam existir?
Estão querendo defender o indefensável!!!

Anônimo disse...

CÉSAR AUGUSTO

Inicialmente Bala,melhor ser ranzinza do que ser omisso!Parabéns,continue com seu blog,continue com sua linha investigativa,são pessoas corajosas e que desce do muro é que não só o basquete mas o Brasil precisa!
Veja bem,se em todas as atividades houvessem necessidades de Código de Ética,seria uma loucura total.
Ética,são valores que a sociedade define como validos e que os usos e costumes definem,ora se isto que a Janeth esta fazendo TODOS OS TÉCNICOS fizessem seria uma regra e deixaria até de ser antiético,mas ela é uma exceção,e as exceções são definidas por regras usuais de uma minoria,portanto não o que se discutir,ela é ANTI ÉTICA,como também sua diretora,e OMISSA a CBB, em não tomar uma atitude.
Estão querendo defender o indefensável!!!!

Arthur Malaspina disse...

Parabéns! Esse tipo de revolta - infelizmente - tem que fazer parte da vida de qualquer brasileiro, já que vivemos uma loucura! Continue fazendo posts assim, precisamos de quem fala as verdades!

Anônimo disse...

Fabio:

Tenha certeza q vc esta certo.Pra aqueles q nao concordam com vc faca apenas uma pergunta:Se fossem eles a receber dinheiro do mensalao (por ex) ficariam quietos?Se responderam q sim, sua pergunta e o pq de nao concordarem com vc, esta respondido.
Ja escrevi varias vezes aki: por favor Fabio encontre tempo (vc ja escreveu aki q mora e trabalha no Rio) e venha assistir algumas partidas do campeonato de base da federacao paulista. Vc ficara estarrecido com alguns tecnicos, com arbitragem com mesarios q chegam atrazados e mais alguns desmandos.Nessa classe e naquelas categorias soh tem uma pessoa q eh correta, honesta, trabalhadora, capacitada e q ha anos revela jogadores.Tecnicamente esta a anos-luz de todos da base e sinceramente de quase todos do adulto.Melhor q a Janeth ela eh.Perde um tempinho e venha assistir.Voce tera q montar outro blog de tantos posts q vc tera escrito.

Venha vc eh meu convidado.Se ve lo em algum jogo(se puder, claro) a chuarrascaria eh por minha conta.

Abs.

Fernando Eduardo Casillas.

fábio balassiano disse...

Fala, pessoal, to lendo atentamente os comentários e agradeco pela compreensão.
Fernando, devo uma visita às divisões de base de sp e vou cumprir - pode anotar.
Se não for nesse ano, será no próximo.
E vou cobrar o fogo de chao entao...

Abs, fabio

Jorge (Jorginho) disse...

bala , quando voce diz a um anonimo que " se nao gosta deste espaco, nao venha aqui". nao seria o mesmo que dizer " se voce nao gosta da cbb e do basquete, nao venha aqui " ?
por que voce pode meter a boca em quem quiser quando quiser dizendo que so faz isso com a otima intencao de ajudar, mas quando alguem o critica voce mete o sarcasmo, tenta falar bonito, esculacha o comentario, as vezes deleta na censura, e ja ate ameacou descobrir quem seria o tal anonimo.
fica meio estranho, mas voce vai falar que o blog e seu e voce faz o que quiser e etc, eu sei, eu sei.
mas o meu ponto e mostrar que voce pode criticar o que quiser, mas como dizia a avo do outro cara ai, "quem fala o que quer acaba ouvindo o que nao quer"

veja so, nao e ilegal criticar alguem no seu blog, mas nao seria anti-etico da maneira como voce faz as vezes?

mas quem sou eu pra comentar o seu blog? faca o que quiser do comentariom responda com sarcasmo, ignore ou censure. mas com certeza voce vai ter lido.

ALEXANDRE disse...

CONTINUE BALA...OPOSIÇÃO E SITUAÇÃO NUNCA FIZERAM MAL NA NATUREZA E SÓ FAZEM O BEM NO MEIO SOCIAL HUMANO!

DE MINHA SINGELA PARTE DECLARO APOIO AOS TEUS PRÉSTIMOS.

CONTINUE ASSIM QUE ESTE TRABALHO - DE FORMA DISCRETA, REPERCUTE EM OUTROS AMBITOS..ACREDITE!!!

ABRAÇOS SINCEROS...

Anônimo disse...

de escondendo no anonimato? isto é portugues?

fábio balassiano disse...

É o iPhone q troca o se por de sempre.

fábio balassiano disse...

Caro anônimo educadíssimo, vamos lá:
1) eu não censuro nada. Apenas não tolero falta de educação e respeito. Quem é você para dizer que uma pessoa não tem sucesso na carreira? 
2) se você não gosta deste espaço, nao venha aqui.
3) quem é você para falar de mim se escondendo no anonimato?
4) faça as suas críticas, mas seja educado e honesto. Ficar xingando, fazendo análises subjetivas de coisas que você não conhece é feio demais.
5) por fim, tente conversar com a língua portuguesa. Ela pode te ensinar algumas coisas interessantes. Vírgula, acento, essas coisas. Garanto a você: é bom utilizar de vez em quando.

Passe bem.
Fabio

Anônimo disse...

Bala,
Basta pedir a CBB a lista de convidados que foram aos Mundias por conta da CBB.

Anônimo disse...

Caro Bala, vc tem toda razão: ética, educação, camaradagem, cultura e simpatia está um pouco fora de moda no Brasil!
As pessoas acham que vale qualquer coisa para levar vantagem em dinheiro, cargo público, roubalheira, etc...
Até nossos ídolos, que deveriam tem um mínimo de zelo pelo nome que custaram tanto a construir, se vendem por um trocado, uma entrevista no Bem amigos ou uma foto na Caras!!!
Triste realidade a nossa...
Bons princípios, ética e educação vem do berço!!! Portanto continue assim, critique a CBB quantas vezes for necessário, quem sabem eles aprendem um dia!!!
Acredite, seu Bala na cesta é uma das únicas coisas boas do nosso basquete!!!

A Paulista

fábio balassiano disse...

Já pedi a lista.
Fabio

Anônimo disse...

2) se você não gosta deste espaço, nao venha aqui.

Se você não gosta do que ve, troque de esporte.

jorginho disse...

cade o meu comentario ?

fábio balassiano disse...

jorginho, seu comentário é esse?
se nao o for, perdão, mas ele não deve ter sido computado pelo blogger.
no que posso ajudá-lo?

Abs, fábio

Anônimo disse...

Maravilhoso seu post e você deveria se orgulhar por ser,talvez, a única voz inflamada contra uma administração vergonhosa da CBB,desde o Grego até hoje.Continue assim, sendo decente e desmascarado as falsas imagens do que é passado aos torcedores,lembre-se de que aqui se faz aqui se paga,e o que este povo faz com o nosso bask vai ter voltar pra eles. Um dia as coisas mudam e vamos poder comentar em seu blog bem menos coisas ruins que acontecem, por que atualmente o cenário é podre. Bala sua missão é esta lutar contra a podridão do basquete diga-se CBB e seus fanfarrões. Bala continue assim e escccccrrrrrrraaaachhhhhhhhaaaaa este povo.
Reinaldo Pontes