sábado, 1 de maio de 2010

Fim de linha para o Denver Nuggets

Tudo o que há de pior no Denver Nuggets apareceu na noite desta sexta-feira em Utah. E na sexta partida de um playoff. E a derrota significaria a eliminação. Significou.

Abusando da individualidade da sua dupla (Melo e Billups chutaram 41 dos 83 arremessos do Denver), defendendo muito pouco (o time sofreu uma sequência de 16-5 nos minutos finais) e sem contar com jogo algum no garrafão (Kenyon Martin, Johan Petro e Chris Andersen somaram apenas 15 pontos), os Nuggets perderam para o balanceado time do Utah Jazz por 112-104. Os comandados de Jerry Sloan fecharam a série em 4-2 e agora enfrentam o Los Angeles Lakers nas semifinais do Oeste.

Pelo ótimo Utah Jazz (26 assistências, sete a mais que os rivais), Deron Williams liderou o show (14 pontos e dez passes), e viu três companheiros passarem dos 20 pontos (Paul Millsap com 21, Wesley Matthews com 23 e Carlos Boozer com 22 e 20 rebotes de lambuja). Além deles, Ronnie Price (12) e Kyle Korver (10) anotaram em dígitos-duplos.

A vitória mostra muito sobre o estilo das duas franquias. O Utah pratica um basquete solidário. O Denver, um individualismo atroz. O Utah avançou de fase com um time baleado (Okur e Kirilenko fora). O Denver precisa mudar muito para se tornar de fato um time competitivo. Por enquanto é apenas um elenco de ótimos jogadores atuando de maneira dispersa. É uma pena.

3 comentários:

Anônimo disse...

verdade bala. q droga o denver cara
time individualista hein!
viva o jerry sloan!

guga

Wayand disse...

Enquanto o Denver tiver KMart e JRSmith ficarão nisso aí pra sempre. Quero ver o Kenyon dizer que mais uma vez que são melhores que o Lakers. É um brincalhão....

Jones disse...

O denver precisa de começar a fazer algo que não faz:
1o.nenê ser melhor utilizado no time.
2o.Trazer jogadores com mais foco defensivo.
3o.mandar jr smith,birdmen e martin embora o mais rapido possível.