quinta-feira, 6 de maio de 2010

Quase lá - pero no mucho

Vamos aos fatos após a vitória do Phoenix Suns por 110-102 contra o San Antonio Spurs na noite de ontem (2-0 na série):

- Os jogadores do Phoenix entraram em quadra incomodados pela nova lei de anti-imigração do Arizona (leia mais aqui).
- Seis jogadores do Phoenix Suns anotaram mais de 11 pontos na partida de ontem (quatro dos cinco titulares fizeram mais de 18 pontos aliás).
- Nos últimos 24 jogos, 20 vitórias do Phoenix Suns.
- Times que vencem uma série de playoff por 2-0 acabam vencendo o duelo em 94% dos casos.
- O Phoenix teve ontem absurdos 18 rebotes ofensivos.

O que isso significa então? Que o Phoenix está, sim, muito perto de avançar às finais do Oeste. O único problema é que do outro lado está o San Antonio Spurs, time que sabe como ninguém sair do buraco em pós-temporada. E tem mais: a liberdade que se viu nos dois primeiros jogos dificilmente se repetirá no Texas. Vamos aguardar.

7 comentários:

Anônimo disse...

Leandrinho jogando pouco pouco.
Quem entrou muito bem ontem, foi o dudley rsrs... ele cresceu muito nessa temporada.
ass. JONES

fábio balassiano disse...

verdade, jones.
o leandrinho tá jogando muito pouco mesmo.
escrevi isso aqui há alguns meses já.

abs, fábio

Anônimo disse...

BALA, ACABEI DE VER UM COMENTÁRIO DO TÉCNICO MARCIO BELICIERI NO BLOG DO BERT...VC NÃO VIU??...NÃO QUIS COLOCAR AQUI PORQUE? TAMBÉM TEM MEDO??? PORQUE ELE NÃO FALA SÓ DO FEMININO...É UMA "DIRETA" PRA TODO MUNDO...INCLUSIVE OS TÉCNICOS QUE SE ESCONDEM NO S...DOS RESPONSÁVEIS...

Marcelo disse...

é preocupante esse sumiço do Leandrinho. ficar atrás de caras como Dudley e Dragic na rotação é mau sinal. ou o pulso incomoda, ou o técnico perdeu a confiança que tinha anteriormente, é um mistério isso. só espero que essa péssima temporada não ocasione reflexos no mundial.

Anônimo disse...

OK BALA, VC PEDIU PARA COLOCAR O LINK AQUI, AÍ VAI:

http://testepbf.blogspot.com/2010/04/hablas-espanhol-pelo-tecnico-marcio.html

Carlos Eduardo ( CADÚ ) disse...

Fábio, lí o texto do link acima e concordo em quase tudo com o que o Marcio escreveu. Mostrou que, apesar de um pouco forte, ele colocou em cheque-mate os técnicos que se escondem atrás de algumas pessoas que dirigem o basquete brasileiro e aceitam, não sei porque, como se essa situação atual salvaria a modalidade neste país, principalmente no feminino.
Porque contratar um técnico para um longo trabalho de evolução e este contrato ser de 6 meses, isso é realmente um absurdo, chega a ser ridículo, voce não acha Fábio?
Abraços

fábio balassiano disse...

fala, cadú, beleza?
desculpe a demora, mas estava viajando.
respondendo: sim, é um absurdo, principalmente se feito sem planejamento, como a hortência e a cbb vêm fazendo.

abs, fábio