domingo, 18 de julho de 2010

É sério isso?

Leio em reportagem da Globoesporte.com que foi realizada neste sábado a Assembleia Geral da Liga Nacional de Basquete. Nela fico sabendo que 18 equipes (Rio Claro, Limeira, Uberlândia e, pasmem, Nova Iguaçu são as novidades) se inscreveram para a competição (em breve a LNB anuncia a lista final). Outra novidade é o formato de semifinais e finais (os quatro classificados farão um quadrangular, com jogos de turno e returno, com os dois times mais bem colocados se classificando para a decisão, que será disputada numa partida único). Faço, aqui, perguntas.

1) Será que um campeonato nacional comporta 18 equipes? A Liga ACB, a segunda mais forte do mundo, tem os mesmos 18 times. Na Itália, são 16.
2) O nível técnico, que já é baixíssimo (para se ter uma ideia, Rubén Magnano disse, em entrevista, que as defesas daqui são ruins demais), não tende a ficar ainda pior com este inchaço? Não chegou a hora de ser criada uma segunda divisão com oito, dez clubes?
3) Com a possibilidade de a disputa ser em apenas uma partida na decisão, será que alguém ousa dizer que não é a TV Globo (principal beneficiária da novidade) que manda em tudo? No próprio release da entidade há uma pista: "Esse assunto ainda será levado para ser debatido com a Rede Globo antes de ser oficializado".
4) Com o novo formato dos playoffs, teremos quatro formas na fase decisiva: playoff repescagem (5º ao 12º), playoff (quartas-de-final), quadrangular e a final. Será que vai ter um guia explicativo para os torcedores?
5) O dirigente do Iguaçu, Keller Cardozo, disse que tinha "uma aliança com o Tijuca, que não foi à frente. Nosso plano B era a Prefeitura de Queimados, que começou a nos apoiar. Ainda estamos no processo de montagem da equipe, mas temos alguns nomes". Dá para levar a sério uma coisa dessas?
6) E o campeonato de base, quando sai? Ainda não há previsão?
7) A parte de alinhamento (planejamento integrado?) com a CBB já saiu do papel? Não há nada de concreto para que os jovens talentos da modalidade sejam aproveitados (olha a garotada da sub-18 aí dando sopa)? A LNB deve, sim, organizar o campeonato de basquete, mas a sustentabilidade de seu negócio depende de boa matéria-prima, não? Ficar esperando alguma solução da Confederação tampouco é uma boa ideia, né...

São perguntas que o pessoal da Liga Nacional de Basquete precisa responder. E é bom olhar tudo isso com carinho, porque o NBB2 não evoluiu tanto quanto poderia.

28 comentários:

Anônimo disse...

Simplesmente uma partida unica na TV aberta tem uma visibilidade De 50.000.000 pessoas.
Nao queremos popularizar o basquete?
Boa iniciativa e parabens pela visao.

Adriano disse...

sou contra a mudança nos playoffs, mas a favor das 18 equipes. concordo q precisamos de 2a e 3a divisão, mas acho q temos q aumentar o numero de times em geral. nao vejo problemas em termos 4 ou 5 babas. já sabemos q teremos Flamengo, Pinheiros, Uberlândia, Brasília, São José, Franca fortes. Saldanha com Paulo Murilo desde o início pode surpreender. acredito que Bauru possa montar um bom projeto, assim como Limeira. teremos um bom nível em geral.

e certamente, precisamos do sub-20. a galera campeã (moral) da Copa América merece um campeonato

Anônimo disse...

Bala,

Suas colocações foram explendidas e ainda existe um outro fator a NBB quando vetou os demais clubes colocou que a CBB faria o campeonato de acesso, segunda divisão o que queiram chamar e a CBB tem dito que a Copa Brasil não será campeonato de acesso, ou a CBB toma uma posição e divulga isto logo ou vai continuar como serviçal da NBB como o comentário ja toma corpo.

Giam #10 disse...

Anonimo disse :
Simplesmente uma partida unica na TV aberta tem uma visibilidade De 50.000.000 pessoas.
Nao queremos popularizar o basquete?
Boa iniciativa e parabens pela visao.



Desculpa , mas essa foi a maior mer... que eu li depois que lançaram essa noticia !

Falta muita coisa pra essa NBB chegar pelo o menos ao nível dos outros paises sul americanos , e ainda colocam a final com UM JOGO !
Absurdo ....

A globo manda em tudo .

E voltando ao comentário do anonimo que postei ai em cima , tu acha mesmo que eles vão fazer isso para popularizar o basket , ou para eles encher o bolso deles de dinheiro ?

Anônimo disse...

Realmente ao que transparece a serie de contradições entre o que diz a NBB e o que diz a CBB, vem se cacterizando uma bagunça de quem é quem no basquete brasileiro e de quem é o responsavel pelo basquete brasileiro, que na minha concpção é a CBB. Completando o que um dos anomimos disseram, o basquete é o que mesno importa " estou aqui para me arrumar", até agora não vimos um patrocinio novo para o basquete da CBB e olha que foi contratada uma empresa para isto segundo se comenta a peso de ouro, mas.......este é o esporte brasileiro, sem uma politica de governo para esporte,vemos o dinheiro dos nossos se esvaindo com viagens e por ai vai, onde não existe controle a festa toma proporções incontrolaveis. leitosleroog ana uvimosuAdo que diz entre a CBB e a Veta NBB e o

Keler disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gustavo disse...

VOU FALAR UMA COISA...SE O NBB FOSSE DA RECORD JÁ TAVA BOMBAMDO, PQ LÁ TEM ESPAÇO, APESAR DAS TRANSMISSOES AINDA SEREM FRACAS ( VIDE O AMISTOSO PALMEIRAS X BOCA JUNIORS)ELES DÃO MUITA MORAL PRA ESPORTE, JÁ QUE ELES NÃO TEM QUASE NADA PARA TRANMITIR NESSA AREA.

VCS VIRAM O Q ELES FIZERAM COM AS OLIMPIADAS DE INVERNO?? ESPORTES QUE NGM CONHECIA DERAM AUDIENCIA....PQ? PELO GRANDE ESPAÇO QUE DERAM E A DIVULGAÇÃO NOS TELEJORNAIS A TODO MOMENTO.

VCS JÁ VIRAM O NBB APARECER NO JORNAL NACIONAL QTS VEZES???

O MAIOR ERRO DO NBB FOI JA DE CARA VENDER O CAMPEONATO PRA GLOBO POR 10 ANOS...

TA NA MÃO DO CAPIROTO!

Lucas disse...

O Gustavo já detectou o problema.
Não dá pra ficar na mão da Globo... Lá eles não abrem espaço pra transmição dos jogos. Tinham q fechar com a RedeTv. Um canal pequeno q dividisse o dinheiro de publicidade com a liga. Só isso. O canal não precisava pagar nada, só dividir a publicidade.

Agora, 18 equipes não dá. Hj já temos uns 2 ou 3 times sacos de pancada e agora serão 5 ou 6. É ridículo. Que façam um torneio de acesso com os dois últimos e mais os times q queiram entrar na liga, mas simplesmente encher a liga de times não dá. E pelo q parece ano q vem tem mais. Fluminense e Palmeiras vão montar suas equipes e pedir pra entrar. Com a torcida q têm a Globo vai mandar aceitar e pronto. Pode anotar aí no NBB4 serão 20 equipes!

Vergonha, Fábio.... Como tuno q começa bem aqui no Brasil nego sempre cresce o olho e faz tudo pra encher o bolso.

Campeonato sub-20 eu nem digo mais...
Já falei e repeti muitas vezes, a organização deveria obrigar todos os clubes q jogam a NBB a ter uma equipe sub-20 e o torneio seria jogado com a mesma tabela da NBB. Os jogos Sub-20 aconteceriam antes dos jogos dos adultos. Iria chamar público e tornar mais viável os´gastos com ginásio. Mas ninguém tá nem aí...

Infelizmente esse é o nosso basquete mostrando a cara!

Anônimo disse...

Um absurdo 18 times, tem jogo que nem dá pra ver de timecos ruins, além disso os jogadores vão ficar cansados e cheios de contusões. Tem jogadores que nao aguentam tanto jogos, isso é uma bobagem. Acho que 16 times , ja seria suficientes, prefiro muita mais ver jogadores jovens abixo de 20, jogando do que ver, caras grossos com mais de 30 anoa que nao tem mai perpesctiva de evolução técnica. Foi por isso que os capeonatos antigos nao vingavam, muito jogos ruins. Alias a NBA faz sucesso pela qualidade dos jogadores e não pela quantidade de times.

Wanilson G.S.Junior disse...

O formato da competição é muito ruim. Como eu li em outro blog vamos ter que ter um manual. Gente como é dificil as coisas no Brasil. O povo quer complicar o simples.
Faz da forma tradicional como todo campeonato, os 8 vão para as quartas de final, em série melhor de 3, nas semi-finais e finais séries melhor de 5 partidas. Simples assim. Além disso ninguém pensou no desgaste dos atletas. Por exemplo um time que terminar em 8º a 1ª fase, vai passando de fase até a grande final. Quantos jogos esse time vai fazer ??? e outra a nossa realidade é outra... muitos clubes fazem viagem de ônibus e não de avião... Vai ser uma confusão danada... E outra a base como sempre vai ficando abandonada. Esse é o nosso país..., Rumo a 2016!!!

Anônimo disse...

edu
a nbb é incrível. conseguiu estragar um ótimo produto.
nao adianta. nao pensa com sua cabeça, vai ficar sempre na dependência da tv globo!

uma pena. concordo com tudo bala!

Anônimo disse...

guto
a lnb é uma piada igual à cbb! pra q eles fazem isso, sério?
o bala reclama com razão. esses caras brincam!

uma lástima

Anônimo disse...

A nbb 3 para mim sera o maior campeonato De todos os tempos, e colocara em um grande
E ultimo jogo toda a
Emocao da modalidade, como na Olimpiada.
Infelizmente tem gente com mente muito curta e metendo o pau por inveja.
Sera a maior final De todos os temposl com o Ibirapuera lotado e 50.000.000 milhoes assistindo na TV aberta.
O mundo esta mudando e todos tem que acompanhar as mudancas.

Victor Dames disse...

Quanta precipitação... Compreensível, com os maus tratos que o basquete vinha sofrendo nos últimos anos...

São propostas ainda, gente!

A LNB ainda não conseguiu implementar tudo a que se propôs, mas também não é esse "trancos e barrancos" que vocês estão pintando... E mal ou bem, o caminho está certo, se há desvios, há maneiras de retornar a via correta...

A Liga tem 19 filiados. Todos eles teem o direito de pedir inscrição. Se vai ser deferida, já é outra história... E como essa é a terceira edição, muitos times querem tentar participar para não perderem a franquia (caso do Iguaçu e do Uberlândia). Se vão reunir condições para isso, cabe a direção da LNB decidir e esclarecer. E cabe ainda lembrar que no NBB4, novos times terão que comprar franquias (exceção do Bira/Lajeado, que ainda tem 1 temporada de licença pra cumprir).

Quanto as propostas de mudanças no formato de disputa, também sou radicalmente contra, mas daí a acreditar que a Globo mandou... Deve até ter o dedo dela, que tem como única preocupação sua audiência, enquanto a LNB deve cuidar do desenvolvimento do produto NBB... Deve haver um equilibrio na formulação da disputa, que atenda tanto o interesse da TV quanto modalidade... Talvez a manutenção da fórmula do NBB2 fosse mais adequada... Acho que cabe ao torcedor, em especial ao basqueteiro mesmo, manifestar, através dos canais virtuais (fóruns, blogs, twitter), que na comunidade da bola laranja tem especial força, seu maciço descontentamento (assim creio) com a mudança proposta, ou apoiá-la, se quiser (o que acho improvável).

E também concordo com as cobranças quanto aos campeonatos de acesso e especialmente ao de base. Tá demorando muito.

Sei que o Bala, como apaixonado pela modalidade e conhecedor do meio, corneta com a preocupação de melhorar o que está ruim e manter o que está bom, mas vamos aguardar as efetivas decisões, e apresentar nossa desaprovação ou apoio ao que for proposto.

Abraços!

Anônimo disse...

A nbb esta correta,pois o Volei consegue melhores patrocinios por causa do retorno De midia De um unico jogo aberto.
O patrocinio tem que Ter visibioidade e assim teremos uma liga mais forte, com mais quakidade e publico De massa.
Parabens a liga pela visao De negocio para o futuro do basquete.
Nao vejo a Globo nisso, ao contrario, ela tem uma Batata assando, pois ter que colocar mais dinheiro no negocio, pois estamos falando de TV aberta.
A Nbb colocou em xeque a Globo!! E agora, sera que vai topar? Sera que vai expor o basquete na TV aberta?
Se o basquete for para TV aberta, vcs nao tem nocao De como o basquete vai c.rescer, Com mais patrocinadores, mais clubes, mais quakidade.
Jogada De mestre da Lnb, porem acho que a Globo nao vai topar.
O q vcs acham

Anônimo disse...

Não acho interessante o campeonato nesse formato. De que adianta a globo passar apenas 1 jogo para o brasil, se pouquíssima gente já ouviu falar ou mesmo sabe o que significa NBB ou LNB. É necessário ser direto: o campeonato ainda tem baixo nível técnico, e não temos jogadores (sem dizer a infra-estrutura das equipes) suficientes para um campeonato de 18 ou 20 equipes. Além disso, questões antigas de problemas recorrentes ainda não foram solucionadas: o fato das equipes de sp disputatem o campeonato paulista até janeiro (ficaremos novamente com a tabela mostrando a 10º rodada e algumas equipes na 3º, 5º, etc), além da adequação do calendário da LNB aos campeonatos interclubes (sulamericanos e liga das américas). A mudança de datas dos jogos no calendário da LNB2 foram um absurdo, culminando com a mudança da data da final! Sobre o incentivo a categoria de base, a NBB vai esperar quem para investir na transição dos jogadores do juvenil para o adulto? Até a pouco tempo atrás a fpb obrigava as equipes que disputassem o adulto a terem equipes juvenis, e isso funcionava. por quê não um sub 23?

Anônimo disse...

Comentarista da EsPn não perdoa:

". Cabe a ela ditar os rumos do NBB de acordo com os seus interesses , não há mais o que fazer , por mais que tentassem explicar essa inconveniência , jamais o NBB aceitou outra idéia . A ganância levou a isso que vemos , o desconforto é geral . Como ficamos ? WM ."

Anônimo disse...

A NBB trouxe o basquete novamente para a mídia e o índice técnico tem aumentado. QUANTO AO COMENTÁRIO DA espn, SÓ TENHO UMA COISA A DIZER: DOR DE COTOVELO É FOGO! A Liga NNB é privada e toma as decisões que melhor convém para os associados, portanto cabe a eles saberem o que é melhor ou pior.Quanto aos patrocínios citados por um dios anonimos acima, daqui uns dias vc saberá o resultado dos novos patrocínios....uma grande instituição financeira patrocinará a CBB.

Anônimo disse...

A Record que vai transmitir que tem os direitos dos próximos ciclos olímpicos teria maior interesse numa parceria com a NBB, sem falar que eles adoram ganhar o que é da Globo. A vantagem além do que foi falado sobre a divisão da publicidade é um maior espaço na grade já que eles tem também a Record News para trasmitir também. Fora isso a Magic Paula é uma das principais comandantes do projeto esportivo da Rercod e o Oscar também é contratado, enfim, acho que o basquete tem portas abertas por lá.

Anônimo disse...

Não dá para acreditar que a NBB tenha negado acesso a Liga ao Botafogo, Fluminense e Palmeiras e tenha aceitado NOVA IGUAÇU que nem equipe formada tem.

Aff...

Toledo/MG disse...

Muito legal! Já imaginaram, final entre Flamengo e Uberlândia no Ibirapuera? Entre Franca e Minas na Arena HSBC? Um único jogo no sábado ou domingo pela manhã, para não brigar com o Luciano Huck ou com os Trapalhões e o Faustão, depois de um campeonato inteiro jogado às noites ou finais de tarde? Jogo transmitido em horário nobre na TV aberta, nem pensar!
Vocês acham exagero? Aconteceu este ano no vôlei, com Montes Claros (MG) x Joinville (SC) jogando no Ibirapuera!
E ainda tem gente (com certeza pau mandado) que acha a idéia boa...

Marcio-33 disse...

"Os CLUBES e a LNB decidiram que após os playoffs de 5º a 12º e as quartas de final (disputadas em séries melhor de cinco), os quatro classificados farão um quadrangular entre eles, com jogos de turno e returno. Os dois times mais bem colocados dessa etapa se classificarão para a final do campeonato, que será disputada num jogo único. Esse assunto ainda será levado para ser debatido com a Rede Globo antes de ser oficializado."(site LNB)

Se os clubes e a Liga optaram por este formato não cabe a nós discutir, infelizmente o basquete depende da midia para a massificação e em matéria de massificação ninguém melhor que a globo. Quem sabe quando estivermos na 10 edição já poderemos assistir transmissões dos jogos na band ou outro canal aberto assim como o volei fará a partir desta temporada. Mas por enquanto precisamos da toda poderosa!!!


Abraxxx

Márcio-33 disse...

Quanto a participação de 18 equipes acho que o que realmente importa é se essas equipes tem orçamento para bancar um time de alto nivel, como já disseram aqui, não adianta encher de time ruim. Não adianta ter um time como Nova Iguaçu que nem elenco tem, querer montar em cima da hora um catadão com jogadores da C.U.F.A e And One e depois estragar o campeonato sem dinheiro para as despesas de viagem.
O campeonato tem que ser como foi a ultima edição, disputado com varios times muito bons, São Paulo voltando a ter representantes de alto nivel, e que os times menores disputem uma serie B para ter acesso a LNB.


Abraxxx

Duda 11 disse...

A GLOBO NÃO ESTÁ PREOCUPADA EM POPULARIZAR O ESPORTE, ESTÁ PREOCUPADA EM SE POPULARIZAR! SE ESTIVESSE REALMENTE QUERENDO AJUDAR O BASQUETE, DISCUTIRIA UMA FORMA MAIS JUSTA PARA AS FINAIS DO CAMPEONATO! E É IMPORTANTE LEMBRAR QUE OS TIMES DA SUPERLIGA JÁ ESTÃO CANSADOS DE PEDIR À CBV QUE MUDE ESSA QUESTÃO DA FINAL DE UM JOGO SÓ. ISSO É UM ABSURDO. EM UM DIA RUIM, UM TIME PODE JOGAR PELO RALO O TRABALHO DE UM ANO TODO!

Anônimo disse...

Basquete é sinônimo de play-off.

Final com apenas um jogo desqualifica totalmente a fase de classificação. E sendo transmitido de manhã entre TV Xuxa e Globo Esporte não vai ajudar em quase nada na valorização do campeonato.

Chizu disse...

Esse negócio de final única, já testada pela CBV na Superliga é tão "boa" que os clubes estão insatisfeitos e tentam mudar a regra do jogo. Fazer um jogo de final fora de casa, longe da torcida que apoiou o time, num único jogo, numa manhã de domingo, só para passar no Esporte Espetacular, é um absurdo! Esse negócio da TV tem que ser revisto, pois na última edição do NBB quantos jogos foram programados para horários absurdos (dia de semana 16:00, jogos às 22:00, etc) deixando os ginásios vazios. Já é notória a prática da Globo de comprar direitos de transmissão de competições e não passar nada só para a concorrência não passar. Isso é divulgar o basquete? Às vezes é melhor receber menos, mas ter condições de realmente transimitir os jogos e em horários decentes. A ESPN, pra variar, em vez de reclamar, por que não coloca a mão no bolso para comprar os direitos de transmissão?

Anônimo disse...

A copa do mundo temfinal unica,mundial de basquete tbem.A record soh passou os winter games por contrato e na TV aberta foi pessima,deu traco de audiencia.A sportv deu um show,melhor q a record news..ambas a cabo.
Parece que tds ,incluindo o blogueiro, estao contra um basquete de nivel.A coisa ta ruim ha muitos anos...Fosse em outros tempos esse proprio blog daria traco...Soh estamos discutindo basuqete pq um grupo de pessoas resolveu formar uma liga,mesmo q embrionaria,mas ja com frutos.
Leva tempo e a parceria com a Globo pode nao ser a ideal no momento,mas que o basquete esta crescendo e sendo debatido ja eh um sintoma de evolucao...
Ja esqueceram do brasileiro que nao acabou ? creio q 2005-6.Isso sim,foi fundo do poco.
manoel

Anônimo disse...

Absurdo não entenderem uma final única.
Com certeza a LNB esta pensando o melhor para o NBB.
Muita bobagem dita sobre CBV, formato que colocou no Ibirapuera LOTADO um time do Int de Minas x um time de Florianópolis com 35.000.0000 milhões assistindo a TV aberta.
Aí meus caros, quando se coloca no papel, para os patrocinadores que bancam o espetáculo fica assim:

Volei jogo unico audiência tv aberta 35.000 .0000 milhões assistindo.
Basquete tv fechada com 5 jogos 2.000.000 milhões.

Se vcs fossem um grande patrocindor do Esporte aonde colocaria seu investimento?

O Basquete precisa de trabalho,precisa se recuperar, e a LNB achou melhor e concordo com eles.
Não é o ideal,porém pelo menos esta tentando correr atras do Volei.
Por que não tentar? Qual o problema ?
Não deu certo, pelo menos erraram tentando.

O que não da, sinceramente é outros canais de TV ficarem com medo e colocar terror.

O basquete é maior que todos.

Jose