quarta-feira, 1 de junho de 2011

Alto-falante

"Na TV podíamos passar apenas as finais do Oeste. Com isso, questionamos a NBA sobre a possibilidade de transmitirmos as do Leste no rádio. A NBA adorou a ideia e fomos prontamente atendidos. A única exigência foi que divulgássemos o site oficial da liga no ar. Tivemos participação impressionante do fã de esportes nas redes sociais com a NBA. Apostamos na modalidade sem realizarmos pesquisas com o público, isso porque sabemos que o basquete já faz sucesso no rádio brasileiro e porque não tivemos tempo para tal. Confiamos no nosso feeling. Além disso, sabemos da qualidade da nossa equipe, do nosso trabalho"

A declaração é de João Palomino (foto) ao site da Meio & Mensagem. O narrador dos canais ESPN e diretor de esportes da Rádio Estadão ESPN relata a satisfatória experiência da rádio, que passou as finais do Leste da NBA e agora exibe a decisão da competição. Um detalhe singelo: a Estadão/ESPN quis transmitir, também, as finais do NBB3, mas a Liga e a TV Globo vetaram. Para quem precisa de exposição do produto, capilaridade de marca e abrangência, foi uma decisão sensata?

14 comentários:

Duda 11 disse...

Acredito que foi uma ótima sacada da Espn ter transmitido as finais do Leste pelo rádio! Eu mesmo ouvi bons trechos dos jogos, afinal, não tenho Space em casa!
Agora, gostaria de abrir um parênteses aqui para o que eu acho que foi uma inverdade o q disse o Zé Boquinha ontem na transmissão do jogo 1. Ao ser questionado por um telespectador poq o canal não mostrou o jogo 5 entre Dallas e OKC, ele disse que a NBA não deixou! Mas, na verdade, o jogo foi preterido por causa da semifinal da Copa do Brasil. Ou eu estou falando besteira?
Abs a todos!!!

Estéfano Souza disse...

Aliás, ótimo trabalho da rádio Estadão/ESPN na cobertura das finais da Conferência Leste da NBA.

Essa é a diferença de uma liga que se importa com o produto que quer divulgar (NBA) de uma liga caolha (LNB, Globo ou quem for) e que prefere a exclusividade burra em detrimento à diversidade democrática e sensata. E olha que o "peixe" que esta última quer vencer nem é tão fresco assim...

Anônimo disse...

DUDA VC ESTÁ CERTÍSSIMO, MAS À JULGAR PELAS INÚMERAS GAFES DO ZÉ BOQUINHA ESSE ANO É BEM CAPAZ DELE TER SE CONFUDIDO.

RSRSRS!

E SE TU RECLAMAR MUITO ELE BOTA O ESTATUTO DO IDOSO EM CIMA DE TU!

EITA VÉIO RANZINZA!

Anônimo disse...

Fico estasiado q a LNB se diga seguindo a linha da NBA.

É DE UM PROVICIANISMO GIGANTESCO Ñ TER DEIXADO A RÁDIO ESTADÃO/ESPN TRANSMITIR AS FINAIS DA NBB.

MAIS UMA DAS DELES, CONTRA O BASQUETE BRASILEIRO!!!

Herbert disse...

A ESPN teve uma grande sacada e ajudou mto os ouvintes/espectadores, pois ninguém merece a transmissão do Space!!!

@herbert_sp

Adriano disse...

Excelente comentário para encerrar o post, Bala. Se não queriam que a Eldorado cobrisse as finais do NBB3, que pelo menos transmitissem na Rádio Globo! Mas nem um, nem outro, e o basquete nacional continua na mesma...

Victor Dames disse...

Olha, foi mesmo um tremendo erro da LNB ceder a imposição da Globo neste caso. Deveriam ter conversado e demonstrado que a exposição era boa pra modalidade, e não interferia com o trabalho feito na tv.

Mas pra mim a ESPN é farinha do mesmo saco, não caio nesse bom-mocismo deles não, essa pseudo-liberdade editorial, blablabla... Vide o episódio que o Duda citou aí em cima, em que a NBA foi preterida (relegada ao restrito público HD) pelo futebol, apesar da concorrência desleal com a modalidade mais popular do país (e do planeta, provavelmente)... O próprio Everaldo Marques admitiu isso em seu twitter: o futebol rende patrocinadores a ESPN, a NBA não.

Abraços!

Anônimo disse...

ESPN é o melhor canal esportivo brasileiro, sem discussão. Dão espaço para todos os esportes, claro, um pouco mais para o futebol, mas não é como a Globo, que passa 1 jogo de final da NBB e todo mundo acha que o basquete vai mudar no Brasil...

Tomara que o E+I consiga ter o mesmo sucesso da ESPN daqui a alguns anos, pois, ai sim, teriamos uma TV que fala de basquete na TV aberta.

Guto Sousa disse...

Bala Pra mim, um dos trechos mais relevantes da reportagem é esse aqui:
"Em uma das partidas das finais da conferência leste, a Estadão ESPN obteve mais participação dos ouvintes do que a final da Champions League, entre Barcelona e Manchester United."
Grande abraço,
Guto

Marcos_Galo13 disse...

O foda é esse negócio com a Globo...
Todo mundo a conhece tão bem, e mesmo assim, essa insistência da Liga com ela...
Todas essas posições da Globo que prejudicam o basquete a LNB aceitou...

A cada dia que passa, fico mais desiludido com a LNB...

cristiano disse...

concordo em genero numero e grau com o duda,pois a espn falhou feio com o seu assinante em passar um jogo que até os canais abertos estavam passando em detrimento da final do oeste da NBA . No final ficam posando de bons moços e tudo mais.

cams disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João disse...

Poxa, nós fãs de basquete temos que parar de ficar dizendo que os canais esportivos estão errados de preferir transmitir futebol a basquete.
É fato que o basquete merece mais valorização, mas o futebol é o esporte mais popular do pais (disparadamente na frente) e tem muito mais gente querendo ver.
O argumento de que os jogos da Copa do Brasil estavam passando na TV aberta não tem nada a ver, por que o canal aposta exatamente na sua transmissão diferenciada.
Acho até que poderiam abrir um outro canal alternativo para algumas partidas, como o SPORTV faz de vez em quando com alguns jogos de futebol nos estaduais, ESPN não constuma fazer isso. Temos que cobrar e sugerir isso aos canais. Não sei a viabilidade da proposta mas é uma ideia.

João disse...

Agora comparar ESPN com SPORTV é piada.
ESPN é um canal com coteúdo critico muito maior, não baixa a cabeça diante das federações. É os comentarios em geral são muito mais inteligentes.
Sinceramente gosto muito de futebol também, e nesse esporte os comentaristas da ESPN humilham.